Destaque Destaque Homepage Homepage Newsletter Ponto de Venda

Que oportunidades o Pokémon Go traz para o retalho?

Por a 15 de Julho de 2016 as 12:31
pokémonGo

O jogo de realidade aumentada Pokémon Go, que ficou disponível esta semana em Portugal, está a gerar receitas diárias no valor estimado de 1,6 milhões de dólares (cerca de 1,4 milhões de euros), tendo atingido mais de 7,5 milhões de ‘downloads’  nos Estados Unidos desde que foi lançado na última semana, dá conta o portal MacRumors.

O novo jogo combina os mundos real e virtual, colocando os utilizadores à procura das personagens da série de animação, que se tornam visíveis através da câmara dos dispositivos móveis, além de permitir torneios entre jogadores e outras opções.

Para o retalho e espaços de restauração, o Pokémon Go pode trazer benefícios na atração dos clientes às lojas, uma vez que apresenta uma opção que permite atrair as personagens para uma determinada zona durante um período de tempo.

Em Nova York, a pizzaria L’Inizio diz que as suas vendas dispararam 75% num fim de semana, durante o qual ativou a opção, atraindo jogadores que se encontravam próximos do local. De acordo com um relatório do New York Post, o gerente da loja gastou dez dólares para ter uma dúzia de personagens naquela área.

A Niantic Labs, empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo, explicou ao Financial Times que o objetivo passa por permitir a retalhistas e outras empresas patrocinar localizações no futuro como forma de capitalizar a aplicação.

A plataforma interativa identifica certos edifícios reais como “Pokéstops”, locais onde os jogadores podem adquirir as “Pokéballs” para apanharem as personagens e onde conseguem aumentar o nível de poder dentro da ‘app’. Outras localizações podem ser os “Ginásios”, nos quais os jogadores se podem encontrar para realizar batalhas entre as suas personagens.

Além das compras de items na própria plataforma que os jogadores podem efetuar para melhorarem a sua performance, a empresa pretende obter mais uma fonte de receitas através dos locais patrocinados.

Além disso, um estudante na Austrália, segundo o site de notícias de tecnologia Gizmodo, afirma ter descoberto um código de programação dentro do jogo que aponta para um sistema de patrocínio e onde se consegue ver o nome da McDonalds. O CEO da Niantic Labs, John Hanke, recusou-se a comentar o assunto.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *