Homepage Newsletter Produção

Adega de Monção quer investir €400 mil para plantar 33 hectares de vinha

Por a 9 de Janeiro de 2018 as 12:25
Monção

A Adega Cooperativa Regional de Monção apresentou uma candidatura ao Regime de Apoio à Reestruturação de Vinhas (VITIS), para a campanha de 2018, tendo como expectativa um apoio a rondar os 400 mil euros para a região de Monção e Melgaço. Foram apresentadas 95 candidaturas, que representam uma área total a plantar 33 hectares.

No âmbito desta candidatura, a Adega prevê o arranque de vinhas de diferentes castas numa área total de 20.62 hectares. A replantação das castas Trajadura e Tinta prevê um aumento de produtividade das vinhas.

Para Armando Fontainhas, presidente da Adega Cooperativa Regional de Monção, este programa de reestruturação das vinhas “é fundamental para a renovação da paisagem vitícola da região e para o aumento do rendimento dos viticultores”, salientando ainda que “é essencial para a renovação e melhoria da qualidade dos vinhos produzidos na região, cujo reconhecimento no mercado obriga a elevar cada vez mais os padrões de exigência do cultivo e produção”.

A Adega Cooperativa Regional de Monção foi fundada a 11 de outubro de 1958 e congrega os produtores de Monção e Melgaço. Situada em plena Região Demarcada dos Vinhos Verdes, na sub-região de Monção e Melgaço, região esta à qual foi reconhecido o uso exclusivo da designação de “Vinho Verde Alvarinho”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *