Data Center Homepage Newsletter

Portugueses são dos consumidores mais prudentes e fiéis às marcas na Europa

Por a 26 de Outubro de 2017 as 21:01
Retalho1

82% dos portugueses sabem com antecedência as marcas que vão escolher no momento de compra, valor que fica dez pontos percentuais acima da média dos 15 países europeus envolvidos no estudo Observador Cetelem Consumo 2017.

A análise indica que os consumidores portugueses são os mais prudentes da Europa. Antes de tomarem a decisão de compra, 97% comparam preços, um valor que fica sete pontos percentuais acima da média do estudo. Por outro lado, a grande maioria dos portugueses (63%) garante não recorrer a facilidades pagamento ou crédito (a média global é de 62%).

Além disso, 75% dos portugueses inquiridos escolhem preferencialmente as mesmas marcas “para não ficarem desapontados”. Os consumidores nacionais são, entre as nacionalidades envolvidas no estudo, os que mais já deixaram de comprar um produto por não ter confiança na marca (73% – mais 15 pontos percentuais que a média), sendo que 72% dos inquiridos no País garantem que a falta de confiança no vendedor é motivo para não concluir a aquisição de um produto.

Apesar de fiéis às marcas, 79% dos consumidores lusos dizem ter em atenção as sugestões ou comentários sobre uma marca antes de a comprar pela primeira vez. A média do estudo é de 62%.

Já a pesquisa online de opiniões de outros consumidores é um hábito para 62% dos portugueses (menos 1% que a média global) e 61% garantem seguir as opiniões dos vendedores nas lojas, um resultado apenas ultrapassado pela média dos consumidores espanhóis (68%) e acima da média global do estudo, que aponta para índices de confiança na casa dos 52%. A visita a sites na internet em antemão é referida por 60% dos inquiridos nacionais, em linha com o valor médio dos 15 países analisados ( Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Espanha, França, Hungria, Itália, Polónia, Portugal, República Checa, Roménia, Reino Unido e Eslováquia).

O estudo “Observador Cetelem Consumo na Europa: Novos Caminhos para a Confiança 2017” foi realizado com 800 inquiridos por país, exceto em França onde foram inquiridos 1000 indivíduos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *