Distribuição Homepage Newsletter

Maça de Alcobaça regista queda de produção. Produtores garantem não afetar mercado nacional

Por a 7 de Setembro de 2016 as 13:20
JNV_3831

A colheita de Maçã de Alcobaça da campanha 2016 arrancou este ano com um atraso de quase três semanas face à campanha passada. A quebra de produção registada afeta sobretudo as variedades exportáveis.

A campanha deste ano de produção de Maçã de Alcobaça apresenta quantidades inferiores em aproximadamente 30% para as variedades vermelhas e cerca de 20% nas outras variedades relativamente à campanha anterior.

“A colheita da Maçã de Alcobaça é efetuada apenas no período ótimo de maturação e de parâmetros de qualidade impostos. Tendo em conta as alterações climatéricas que se fizeram sentir ao longo do ciclo produtivo, responsáveis pela diminuição das quantidades, os fruticultores estão otimistas com a qualidade do produto”, explica em comunicado a Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça (APMA).

A quebra de produção tem uma maior peso nas variedades exportáveis. Os produtores em plenário decidiram não cortar na distribuição do produto no mercado nacional, tendo acordado formas de satisfazer as necessidades e pedidos dos clientes habituais em desfavor da exportação.

A APMA representa 19 membros associados, organizações de produtores e agrupamentos de produtores que nesta campanha preveem produzir 40 milhões de quilos, correspondendo a aproximadamente 300 milhões de maçãs qualificadas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *