Destaque Distribuição Homepage Newsletter

Jerónimo Martins é “maior retalhista” portuguesa e “59ª maior do mundo”

Por a 19 de Janeiro de 2016 as 13:21

retalho_usaA consultora Deloitte e a revista norte-americana Stores elaboraram o relatório Global Powers of Retailing 2016, dando conta dos maiores retalhistas do mundo. Os grupos portugueses Jerónimo Martins e Sonae surgem nas 59ª e 157ª posições, repetivamente. A dona do Pingo Doce destaca-se ainda pelo seu rápido crescimento.

A mais recente edição do relatório anual, publicado há já 19 anos consecutivos, identifica os 250 maiores retalhistas do mundo, com base nos dados fiscais disponíveis em relação a 2014 (englobando as atividades fiscais terminadas até junho de 2015). O relatório dá conta ainda dos “50 maiores retalhistas e-commerce do mundo”, assim como da lista dos 50 retalhistas com maior crescimento, com base na evolução da receita anual, ao longo de um período de cinco anos.

Top 250 Global Powers of Retailing

Liderado pelas cadeias norte-americanas Walmart, Costco Wholesale e The Kroger, por esta ordem, o Top 250 Global Retailers reúne um conjunto de retalhistas cujas receitas totalizam quase 4,5 biliões de dólares, na moeda norte-americana, uma média de perto de 18 mil milhões de dólares por empresa.

A Jerónimo Martins é a primeira retalhista portuguesa a surgir no ranking, na 59ª posição. Este ano, a dona do Pingo Doce sobe três posições, depois na última edição ter ocupado o 62º lugar. Com atividade em três países, a cadeia nacional atingiu uma receita anual de 16,856 milhões de dólares em 2014. Segundo a retalhista nacional em comunicado, “nos últimos cinco ano, o grupo subiu 26 posições no ranking dos maiores retalhistas do mundo”.

Quase 100 posições abaixo, surge a segunda cadeia portuguesa representada nesta lista. A Sonae surge na 157ª posição, tendo atingido no ano fiscal de 2014 um total de 6,375 milhões de dólares em receitas. O grupo que detém o Continente está presente em 17 países.

Entre as retalhistas internacionais, o grupo francês Carrefour surge na 6ª posição, a alemã Aldi em 7º lugar e a gigante do e-commerce Amazon ocupa a 12ª posição, uma posição à frente da dona do Jumbo, a francesa Auchan. A britânica Tesco aparece em 4º lugar e o grupo Metro, que opera em Portugal com as insígnias Makro e Media Market, é o 8º maior retalhista do mundo.

50 fastest-growing retailers

Por sua vez, na lista dos 50 retalhistas que mais rápido cresceram entre 2009 e 2014, a China lidera as primeiras duas posições. As empresas chinesas Vipshop Holdings Limited, em primeiro lugar, e a JD.com, em segundo, são as que mais rapidamente cresceram naquele período, seguidas da sueca Axel Johnson AB/ Axfood, Axstores.

A lista fecha com a Jerónimo Martins na 50ª posição, sendo a única cadeia portuguesa representada, com um crescimento médio agregado das receitas de 12,2% por ano, ao longo dos cinco anos analisados.

Top 50 e-retailers

Por fim, o “Top 50 e-retailers” é liderado pela marca norte-americana Amazon, cujas receitas foram 100% geradas a partir do e-commerce em 2014, um total de 70,080 mil dólares. A empresa regista um crescimento médio agregado das receitas de 18,6% por ano, entre 2009 e 2014.

A segunda maior retalhista e-commerce é a Apple que em igual período cresceu a uma média de 29,9% por ano em vendas online, que representaram 49% das receitas totais da empresa em 2014 (20,600 mil dólares). A ocupar o terceiro lugar do pódio surge novamente a chinesa JD.com, que tem vindo a crescer a uma média de 73,2% em receitas agregadas por ano. A empresa opera exclusivamente no canal online, tendo atingido em 2014 um lucro total de 17,672 mil dólares.

*Retificação às 16h20 do dia 19 de janeiro de 2016 – a Auchan é uma cadeia de retalho francesa e não alemã.

Um comentário

  1. Paulo Pimenta

    19 de Janeiro de 2016 at 16:12

    A Auchan é Francesa

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *