Consumo Destaque FMCG Homepage Newsletter

Tetra Pak alerta produtores de leite para falta de inovação

Por a 17 de Junho de 2015 as 13:58
tetra-pak.bmp

tetra_pak.jpgA Tetra Pak apercebeu-se de que, em todo o mundo, os consumidores permanecem positivos quanto ao valor nutricional do leite, embora tenham a sensação de que a variedade e a conveniência da oferta não estão a acompanhar as expetativas e o ritmo dos estilos de vida modernos.

Esta é a conclusão da oitava edição do Dairy Index, um estudo de mercado internacional encomendado e publicado hoje pela empresa de embalagens para alimentos líquidos.

Regra geral, os consumidores modernos têm um estilo de vida ativo e estão mais conscientes quanto às questões da saúde, o que faz com que reafirmem a crença no valor nutricional do leite. Assim, a indústria láctea pode encontrar aqui uma oportunidade para aumentar o consumo.

O estudo realizado no início do ano, destaca a necessidade das empresas de laticínios revitalizarem a indústria, através do lançamento de produtos inovadores e de uma nova abordagem de marketing e comunicação.

Durante vários anos, a indústria alimentar tem registado um aumento na procura de produtos nutritivos mas práticos, estimulada por uma nova geração de consumidores preocupados com a saúde e com estilos de vida ainda mais ativos.

As pessoas vêem o leite como um alimento “nutritivo”, “saudável”, “boa fonte de cálcio” e “saboroso” mas para manter a sua relevância no mundo moderno, os produtores têm de inovar e de desenvolver bebidas que sejam reflexo das mudanças nos estilos de vida.
Dennis Jönsson, Presidente e CEO do Grupo Tetra Pak, afrima que “a chave para energizar os laticínios em todas as latitudes é entusiasmar as pessoas com o consumo do leite, criar novos produtos e desenvolver campanhas de comunicação que mostrem como é prático, agradável e relevante para todos”.

O estudo apresenta ainda casos de empresas de laticínios que lançaram no mercado novas bebidas com sucesso, e identifica quatro tendências de produto globais, como por exemplo, produtos personalizados que tornam o leite mais fácil de digerir ou oferecem benefícios de saúde adicionais e bebidas para consumo em movimento e leite “puro” com valores orgânicos ou “naturais”.

Como se podem utilizar novos canais de comunicação para criar campanhas de marketing que aumentem a consciência quanto aos benefícios nutricionais do leite ao mesmo tempo que estabelecem uma ligação emocional com as pessoas impulsionando o consumo, são outras das questões que o relatório esclarece.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *