Destaque Distribuição

Alisuper fecha 61 das 85 lojas

Por a 22 de Fevereiro de 2010 as 10:09

Das 81 lojas que a Sociedade Cooperativa de Produtos Alimentares do Algarve (Alicoop) possui com a insígnia Alisuper, no Algarve e em Lisboa, 65 deverão encerrar até ao dia 28, dispensando, assim, 380 funcionários. Segundo o presidente da Alicoop e da Confederação do Comércio Português (CCP), José António Silva, após o encerramento, na última semana, de 25 lojas, na passada Sexta-feira fecharam mais três em Lisboa e uma em Portimão, prevendo-se que “até final do mês fechem mais 29”.

Segundo José António Silva referiu à agência Lusa, “trata-se de uma lista provisória. Vamos encerrando diariamente vários supermercados até dia 28, sendo que depois dessa data vão permanecer em actividade no máximo 16 lojas”, sendo certo que os 380 funcionários, a quem a administração do grupo já comunicou a suspensão do contrato de trabalho, “serão dispensados a partir de 1 de Março”.

A Alicoop, detentora das insígnias Alisuper, Macral e Geneco, encontra-se em insolvência desde Agosto de 2009, devido a dívidas acumuladas de cerca de 80 milhões de euros.

O plano de viabilização prevê um investimento a rondar os 5,5 milhões de euros, possuindo já o aval do Millenium BCP, mas não da Caixa Geral de Depósitos, mostrando-se o banco estatal indisponível para garantir mais 1,2 milhões de euros de financiamento ao grupo.

José António Silva esclareceu que ainda não recebeu indicação sobre uma eventual mudança de posição da CGD quanto à viabilização da empresa, mas continua “confiante” no futuro da cadeia, relembrando que o plano desenvolvido pela Deloitte prevê a “manutenção e reforço dos postos de trabalho e o pagamento integral a todos os credores”.

2 comentários

  1. Armando Dias

    23 de Fevereiro de 2010 at 9:14

    A C.G.D., o braço armado do Governo para a area financeira, não se importou de injectar centenas de milhões de €uros para viabilizar um Banco levado á quase falência por uma gestão danosa cujos autores continuam “na maior”, mas recusa uns miseros 1,2 milhões pra viabilizxar uma Cooperativa de retalhistas a ALICOOP/ALISUPER atirando centenas de trabalhadores para o desemprego que afinal todos nós pagamos!
    Obrigado Caixa! é por estas e por outras que deixei a Caixa!onde era cliente há mais de 41 anos! Virei-me para o Montepio, pois Bancos Privados não são flor que se cheire!

  2. amalia

    22 de Fevereiro de 2010 at 13:32

    A CGD não quer viabilizar a Alisuper. Então encaminha tudo para a falência, o desemprego e a chegada de multinacionais que vendem produtos estrangeiros. A posição de mercado da Alisuper vai ser ocupada por supermercados espanhóis. Obrigados CGD !!

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *