Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter

Tradicional é o canal de retalho que mais cresce neste início de ano

Por a 23 de Fevereiro de 2018 as 12:52
Retalho_Consumo

O mercado de bens de grande consumo em Portugal cresceu 1,2% nas primeiras quatro semanas do ano, face ao período homólogo de 2017 (ano no qual o mercado registou um aumento homólogo de 2,3%), totalizando os 618,4 milhões de euros, de acordo com os mais recentes dados apresentados pela consultora Nielsen.

Enquanto as marcas de fabricante registam um crescimento homólogo de 1,5%, as marcas da distribuição registam um aumento de 0,7% em vendas nas primeiras quatro semanas do ano. O canal que mais cresceu neste período foi o tradicional (+5,3%), seguido dos supermercados grandes (+3,9%). Os hipermercados, por sua vez, são o único canal a perder vendas (-2,6%).

Ainda assim, são os supermercados pequenos (que apresentam uma subida de 0,7% nas primeiras quatro semanas) que detêm a maior quota de mercado (33,8%).

A categoria de alimentação faturou mais 0,7%, na primeira quadrissemana do ano face ao período homólogo. Neste departamento, as marcas de fabricante registam uma variação de 0,6% enquanto as marcas da distribuição crescem 0,8%.

Já as bebidas, que se mantêm a categoria mais dinâmica, observam um aumento de 6,8% das vendas no mercado nacional, com as marcas próprias a voltarem a terreno positivo. Após um período homólogo em que caíam 0,8%, as vendas das marcas da distribuição nesta categoria subiram 6,8% nas primeiras quatro semanas.

Higiene pessoal é a única categoria a perder vendas (-1,6%). Sobre um período homólogo em que cresciam 6,9%, as marcas da distribuição apresentam uma variação nula, enquanto as marcas de fabricante decrescem 2,1%.

A categoria de higiene de lar mantém-se estável (crescimento de 0,3% na quadrissemana). No entanto, as marcas próprias recuaram 5,4% e as marcas de fabricante, com elevados níveis de promoção, subiram 2,7%.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *