Data Center Distribuição Homepage Newsletter

Amazon substitui dona do Lidl na posição de segunda maior retalhista do mundo

Por a 13 de Novembro de 2017 as 19:22
Mercadona surge em 49º lugar
Mercadona surge em 49º lugar

Walmart, Amazon e Costco lideram, por esta ordem, a mais recente edição do Top 50 dos Melhores Retalhistas do Mundo, realizado pela consultora Kantar Retail.

Apesar de a Walmart se manter à frente (com vendas de 511 366 milhões de dólares estimadas para o ano fiscal de 2017 – 446 826 milhões de euros), a consultora estima que nos próximos anos a faturação da Amazon cresça a um ritmo muito superior ao da maior cadeia de supermercados do mundo.

O relatório aponta para um crescimento anual de 14%, nos próximos cinco anos, da receita em dólares da empresa de Jeff Bezos, que no ano de 2017 deve chegar aos 138 020 milhões de dólares – 120 601 milhões de euros).

A Walmart por sua vez apresenta um crescimento anual estimado de 3% até 2022, depois de a sua receita, em dólares, ter crescido nestes últimos cinco anos a um ritmo anual de 2%. O que contrasta com a escalada da gigante do ecommerce, que regista um aumento médio de 19% em receita (em dólares, 21% em euros) , por ano, entre 2012 e 2017. “Um crescimento superior ao total do canal online”, destaca Álvaro Morilla, analista de Kantar Retail, citado pela Europa Press.

A segunda posição do ranking estava ocupada pelo grupo alemão Schwarz, dono do Lidl, que surge agora em quarto lugar, atrás da Costco, a qual subiu da quinta para a terceira posição. Em quinto lugar está posicionada a Kroger, seguida do Carrefour e do Aldi.

Outras retalhistas presentes no ranking e com operação em Portugal passam pela Auchan, que se assume como 13ª melhor retalhista mundial, a Ikea (na 24ª posição), o L’Eclerc (24º), o Intermarché (29ª) e a H&M (36ª). Retalhistas portuguesas como a Sonae ou a Jerónimo Martins não constam no ranking.

Metro AG e Ceconomy, as duas empresas que emergiram da separação do grupo alemão Metro, dono da Makro e da Media Markt, surgem respetivamente nas 27ª e 42ª posições. Antes da separação, o grupo Metro ocupava a 13ª posição.

Na 49ª posição surge a Mercadona. A retalhista espanhola que prevê entrar em Portugal em 2019 tem uma faturação prevista de 20 462 milhões de euros para o ano fiscal de 2017, valor que deve crescer a um ritmo anual de 4% nos próximos cinco anos.

A empresa de Juan Roig caiu sete posições face à última edição do relatório, o que se deve “à expansão dos retalhistas internacionais, sobretudo chineses”, não sendo consequência da diminuição de rendimento, destaca o analista Álvaro Morilla.

Segundo dados da Kantar Worlpanel, a cadeia espanhola detém atualmente 24,1% do mercado espanhol, tenho crewcido 1,2 pontos em quota de mercado nos primeiros oito meses do ano, o seu maior crescimento desde 2012.

Leia também: Quota de mercado da mercadona em Espanha atinge novo máximo. Lidl regista segunda maior subida

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *