Distribuição Homepage Newsletter

Dia cresce 9,9% em 2014 com aposta em mercados emergentes

Por a 23 de Fevereiro de 2015 as 21:04
dia

O grupo dia cresceu 9.9% em 2014, alcançando os 9400 milhões de euros em vendas. O resultado positivo deve-se sobretudo aos mercados emergentes, nomeadamente, Brasil, Argentina e China, onde as vendas cresceram a um ritmo de cerca 31% nas lojas que a insígnia abriu durante o ano.

Na Argentina, as marcas brancas do grupo “dominam o mercado”, sendo que “duas das marcas brancas mais vendidas são espanholas”, explica o Conselheiro Delegado do Grupo Dia, Ricardo Currás. Na apresentação dos resultados da cadeia, que decorreu em Madrid no dia 23 de Março, a administração revelou que, no total, o grupo detêm 7 306 lojas, das quais 4 221 próprias e 3 085 franquias. Actualmente, a rede de franquias constitui 54,4% do negócio da empresa, a “primeira franquiadora de Espanha e a décima a nível mundial”.

No último ano, maior índice de crescimento está associado aos países emergentes, nos quais o volume de vendas chegou aos 144 milhões de euros. Nestes mercados, as vendas do grupo cresceram 13,2%, enquanto só em Espanha, o volume atingido de 161 milhões de euros, corresponde a um crescimento de 5,9% em 2014, comparativamente ao período homólogo.

O resultado líquido total ajustado ascende, no fecho do ano, aos 267 milhões de euros, um crescimento de 8,4% relativamente a 2013. O lucro líquido atribuído regista um incremento de 57% para os 329 milhões de euros. O EBITDA ajustado situa-se nos 585 milhões de euros, um crescimento de 5,1%, enquanto a margem sobre vendas mantém-se estável nos 7,3%.

Ao todo, Argentina e Brasil receberam cerca de 800 novas lojas da cadeia em 2014, o que contribuiu para o crescimento do grupo, que no ano passado encerrou actividades em França. Em Espanha, conquistando mais 22 p.b. de quota de mercado, ascendendo aos 7,8%, em 2014 o Dia remodelou 600 lojas Schlecker e Clarel, processo que prevê estar completo no final do ano, adquiriu a marca El Árbol e mais 160 lojas compradas a Eroski e Caprabo, essencialmente em Madrid e Andaluzia. No âmbito do projecto de expansão da rede de lojas Clarel, lançadas em 2013, mais de 700 referências de novos produtos foram desenvolvidas para a marca própria Bonté.

No país de origem, a cadeia tenciona reforçar o conceito de proximidade, estratégia que o grupo está a seguir em todos os mercados, e abrir mais pontos de venda “junto à praia”, em 2015. Quanto ao mercado electrónico, a aposta está no mercado chinês, mais concretamente em Shangai, onde a distribuição alimentar no e-commerce corresponde a 11% das exportações alimentares da cadeia.

Para 2015, o grupo quer continuar a apostar na rede de franquias, “o melhor modelo comercial para fortalecer a proximidade com o público”.

 

– O HIPERSUPER viajou até Madrid a convite do grupo Dia.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *