Homepage Newsletter Ponto de Venda

APCC ajuda cinco projetos online a abrirem os seus espaços em Centros Comerciais

Por a 9 de Dezembro de 2022 as 14:58
shopping

Sam Pastelaria Saudável, Ton Ton Cake, Tanah-Beiju, Elise – Roupa em segunda mão e vintage e Pico-Tango são os finalistas da segunda edição do “Programa de Incubação de Retalho” promovido pela Associação Portuguesa de Centros Comerciais  e este ano dedicado a projetos inovadores surgidos e desenvolvidos online, mas que querem materializar o conceito na vertente física, em pontos de venda de comércio / serviços a instalar em ambiente de Centro Comercial.

Desta forma, foram valorizados os projetos que promovem a omnicanalidade, com tónica na transição do digital para o físico, tendo concorrido cerca de 50 projetos, dos quais foram selecionados 12 semifinalistas que foram convidados a realizar uma apresentação direta aos associados da APCC presentes. No final foram eleitos os cinco finalistas, os quais têm agora possibilidade de ter espaços ou outro tipo de apoio para a sua instalação no interior de Centros Comerciais aderentes a este Programa.

Como na primeira edição do Programa, os projetos selecionados cumprem exigentes parâmetros de sustentabilidade, inovação e originalidade, e têm aplicabilidade no interior de Centros Comerciais (ou seja, podem ser desenvolvidos em espaços temporários, ou loja disponível a designar), tendo também potencial de complementaridade no mix da oferta dos Centros Comerciais.

“Com o Programa de Incubação de Retalho procuramos ideias inovadoras e sustentáveis que tragam novas ofertas aos clientes dos Centros Comerciais. O sucesso deste Programa é revelador do interesse que variadíssimos projetos de retalho têm em entrar no ambiente de Centro Comercial. O modelo de gestão, o dinamismo e os resultados de vendas, que este ano estão acima do realizado em 2019, são um forte motivo de atração de projetos inovadores e revelam que o sector continua a ditar as linhas de ação do retalho em Portugal”, refere Rodrigo Moita de Deus, CEO da APCC, em comunicado.

“Este ano apostámos em materializar projetos que estão online e a procura é indicadora da forte capacidade de atração dos Centros Comerciais, não só para visitantes e consumidores, como para empreendedores que querem aumentar a sua visibilidade e vendas”, acrescenta Rodrigo Moita de Deus.

Recorde-se que a APCC é uma Associação de âmbito nacional que congrega empresas investidoras, promotoras e gestoras de Centros Comerciais, para além de empresas de comércio a retalho e fornecedores de serviços ao sector. Atualmente conta com 95 Conjuntos Comerciais, que integram 8.600 lojas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *