FMCG Homepage Newsletter

Três perguntas a…Mónica Serrano, Chief Marketing Officer da L’Oréal Portugal

Por a 17 de Abril de 2018 as 11:00
Mónica Serrano, Chief Marketing Officer da L’Oréal Portugal

Três perguntas a…
Mónica Serrano, Chief Marketing Officer da L’Oréal Portugal

“Nunca as portuguesas utilizaram tanto make up”

Como evoluiu em 2017 a macro categoria de higiene pessoal?

A categoria está a crescer cerca de 3%, o maior crescimento dos últimos sete anos, em todos os circuitos de distribuição: mass market, farmácias e parafarmácias, monobrands, direct sales, profissional, perfumarias e ecommerce. O que espelha um interesse cada vez maior dos portugueses e portuguesas pela sua aparência e pelos cuidados de beleza.

Quais os segmentos mais dinâmicos?

Transversalmente há uma evolução muito positiva da maior parte das categorias de higiene e beleza. Num passado recente, eramos um País onde as categorias de higiene (hair care, shower gel, deos) destacavam-se sobre as áreas de cosmética (make-up, tratamento cabelo, face care). Nos últimos anos, no entanto, a evolução e a tendência têm sido um ganhar de novos consumidores para a área da cosmética.

Categorias como make-up e skin care tinham um espaço pequeno na rotina dos portugueses quando comparávamos com os restantes países europeus. Nos últimos dois a três anos houve uma enorme mudança de paradigma, nunca as portuguesas utilizaram tanto make up. O papel ativo da mulher na sociedade, o crescimento da importância de social media (selfies, presença constante online) o aumento do turismo no nosso País e o aumento das viagens para fora do País permitiu ter contacto profundo com outras culturas onde a maquilhagem faz parte da rotina da mulher (e muitas vezes do homem).

Qual a evolução esperada para a categoria?

O mercado vai continuar a desenvolver-se de forma positiva no próximo ano. Será um ano, com certeza, mais desafiante com a maturidade das categorias que motivaram o crescimento do mercado nos últimos anos. No entanto, a oportunidade continua a existir, especialmente no recrutamento de novos consumidores para as várias categorias. Estima-se que os níveis de penetração das categorias continuem a aumentar, sobretudo através do target millennial.

Um comentário

  1. Maria Saraiva

    19 de Abril de 2018 at 18:29

    Sem dúvida. Querida Mónica … É um mercado em expansão, pois todos vêm os benefícios dos mesmos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *