Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter

“Até 2020 entre 20% a 40% das lojas na Europa assemelham-se ao supermercado do futuro da Coop”

Por a 31 de Janeiro de 2017 as 17:17
coop

A Coop abriu no passado mês de dezembro em Milão, Itália, um supermercado que reproduz o protótipo futurista apresentado pela própria distribuidora na Expo Milão 2015. Desenvolvido em parceria pelas empresas Accenture e Avanada, com tecnologia da Microsoft, o primeiro “supermercado do futuro” a abrir portas ao público representa um investimento de 4,5 milhões de euros, tem uma superfície comercial de mil metros quadrados e comercializa cerca de 600 referências, segundo a Inforetail. A expansão do conceito pelo país será levada a cabo em função do desempenho das vendas deste espaço inaugural, sendo que os primeiros resultados têm sido “encorajadores”, cita a publicação espanhola La Vanguardia.

O inovador conceito que a cadeia italiana Coop apelidou de “supermercado do futuro” ostenta elementos tecnológicos como grandes ecrãs suspensos sobre os produtos, onde é reproduzida toda a informação sobre os mesmos assim que os clientes se aproximam, evidenciando as diferentes interações entre consumidores e produtos que a tecnologia permite em loja. Além da origem, da composição, das calorias, entre outras características dos produtos, o ecrãs interativos fornecem sugestões de acompanhamento como, por exemplo, “o melhor queijo para consumir com um determinado vinho”. A tecnologia permite ao cliente encontrar a melhor ementa para o jantar, mostrando várias sugestões de menus que, se o consumidor pretender, se transformam numa lista de compras com todos os ingredientes necessários para preparar a refeição. Mostra ainda o registo de compras feitas anteriormente, aportando mais valor também para o retalhista.

Em janeiro de 2016, o HIPERSUPER falou acerca do supermercado da Coop com Tino Versteege, Senior Sales Director Cloud Services Europe da Microsoft. A multinacional concedeu para este projeto a tecnologia ‘cloud’, internet das coisas e sensores de reconhecimento Kinect. Estes últimos encontram-se instalados nos lineares e “seguem os movimentos a partir da leitura do ambiente, detetam com precisão quando o consumidor se está a aproximar do produto e, quando lhe toca, surge um vídeo no ecrã instalado acima com toda a informação sobre o produto, a qual está também disponível na internet”.

Carrier-116

Tino Versteege, Senior Sales Director Cloud Services Europe da Microsoft

A Coop investiu 15 milhões de euros no desenvolvimento do supermercado de 6500 metros quadrados apresentado na Expo Milão, que durou seis meses em 2015. “Os visitantes ficaram muito entusiasmados com o conceito e, depois de quatro meses em exposição no certame, as vendas já superavam o investimento feito”, revelou o diretor senior de vendas de soluções geradas pela tecnologia ‘cloud’ da Microsoft.

De acordo com o responsável, a Coop pretendia, há um ano, replicar o conceito exibido no certame numa “flagship store” em Milão, a qual abriu em dezembro de 2016. “Dependendo da dinâmica dessa loja, a retalhista quer espalhar o conceito por toda a Itália”. A cadeia é líder, em volume de vendas, do retalho italiano. Detém 1200 supermercados e uma faturação anual acima dos 12 mil milhões de euros.

Para Carlo Ratti, o arquitecto e professor do Massachusetts Institute of Technology (MIT) que desenhou o inovador supermercado da cadeia italiana, no futuro os supermercados irão basear-se em experiências. “Ao comprar produtos frescos, sempre vamos preferir entrar num espaço físico onde podemos tocar e olhar, ao mesmo tempo que a loja nos tentará proporcionar experiências  únicas. Desenvolvemos o conceito do supermercado do futuro a pensar nos antigos mercados, onde existia intercâmbio de produtos e ideias entre pessoas. Como acontece frequentemente com as novas tecnologias, podemos experimentar o futuro, olhando para o passado”.

O diretor de vendas da Microsoft considera que “até 2020, entre 20% a 40% dos supermercados europeus serão semelhantes” ao conceito que abriu no final do ano transato em Milão.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *