Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter Ponto de Venda

Concorrência multa três supermercados e fornecedor de bebidas em 5,6 milhões. Cadeias vão recorrer da decisão

Por a 15 de Setembro de 2022 as 9:58

retalhoA Autoridade da Concorrência (AdC) multou as cadeias de supermercados Auchan, Modelo Continente e Pingo Doce e o distribuidor de bebidas alcoólicas Active Brands (Gestvinus), além de um responsável desta empresa, em 5,6 milhões de euros por alegada participação em esquema de fixação de preços.

Em comunicado, a AdC indica que a investigação constatou “que as empresas de distribuição participantes asseguraram o alinhamento dos preços de retalho nos seus supermercados mediante contactos estabelecidos através do fornecedor comum, sem necessidade de comunicarem diretamente entre si”, acrescentando que esta prática  “elimina a concorrência, privando os consumidores da opção de melhores preços, mas assegurando melhores níveis de rentabilidade” para todos os envolvidos.

A Ative Brands foi multada em 2,3 milhões de euros, o Modelo Continente em 1,4 milhões de euros, o Pingo Doce em 1,2 milhões de euros, a Auchan em 660 mil euros e o responsável individual em 5.178 euros.

O Pingo Doce, em resposta à agência Lua, considerou a multa da AdC “injusta e imerecida” e garante que “será impugnada nos tribunais”.

A Sonae MC também  “irá recorrer desta decisão da AdC para os tribunais e utilizará todos os meios ao seu alcance para o cabal esclarecimento dos factos de que é acusada, a defesa da sua reputação e a afirmação dos seus valores”, informou em nota enviada à Lusa, acrescentando que “repudia, em absoluto, esta decisão de condenação, manifestamente errada e infundada, e rejeita a acusação de envolvimento da sua participada em qualquer acordo ou concertação de preços, em prejuízo dos consumidores, bem como a aplicação de qualquer coima”.

Também a Auchan irá recorrer da decisão e refuta as práticas imputadas pela AdC. Em nota enviada à Lusa, a cadeia diz “refutar totalmente as práticas que lhe são imputadas pela Autoridade da Concorrência” e que vai “recorrer judicialmente” da decisão.

 

10 comentários

  1. Eliseu Silva

    15 de Setembro de 2022 at 23:12

    Ok…muito bem feito mas para onde vai essa essa multa,por certo vai para as mãos de outros iguais … porque não doar essa quantia a instituições de caridade . Fica a ideia

  2. Eduardo Nunes

    15 de Setembro de 2022 at 15:38

    Façam como eu, compro na mercearia da esquina. Cheguei à conclusão que muitas vezes vendem mais barato do que pingo doce, continente e similares e a fruta é de melhor qualidade. Aliás era bom que não nos lembrássemos destes pequenos comerciantes quando falta o açúcar, mas que se passasse por lá mais vezes porque esta seria a melhor forma de os ajudar a manter a porta aberta.

  3. Artur Gonçalves

    15 de Setembro de 2022 at 14:34

    Por acaso o público em geral teve conhecimento do resultado de outras multas semelhantes aplicadas a estas grandes empresas? Pagaram as multas ou não? Era conveniente que os orgãos de comunicação social ou a autoridade da concorrência publicasse essa informação

  4. Luís José

    15 de Setembro de 2022 at 13:47

    O Pingo Doce e Auchan andam a esticar-se e bem nos preços dos produtos alimentares,é visivel a igualdade de preços nos 2 hipermercados e também se nota e muito bem o que desceu os valores dos descontos em que os clientes em geral podem sentir e bem a inflação nas compras mensais,e o mais grave é que nem com as descidas dos combustíveis se nota diferença. E é assim que se vê o oportunismo e a ganância financeira evidente em causa. Simplesmente vergonhoso!

  5. José ReIs

    15 de Setembro de 2022 at 13:11

    Acho muitíssimo bem havia de haver mais controlo com todos os produtos que se encontram nestas superfícies comerciais porque se praticam os preços que lhes convém e que sofre as consequências sao sempre os mesmos

  6. Eduardo José Pegado

    15 de Setembro de 2022 at 12:00

    Caro Sr Rui Rodrigues, só abastece nod postos de abastecimento das auto-estradaa quem quiser! Eu, faço regularmente viagens, nunca lá fui!

  7. Rui Rodrigues

    15 de Setembro de 2022 at 11:10

    Como sempre e, à imagem das bombas de gasolina das auto-estradas, não pagarão nem um tusto, entulharão os tribunais de recursos sobre recursos até à exaustão e permanecerão impávidos e serenos, exactamente como os preços de combustíveis, à milésima…

  8. Antonio Ribeiro

    15 de Setembro de 2022 at 11:10

    No final o que acontece!!!nada!!!
    Como sempre,digam lá se é assim ó não é.

  9. carlos castro

    15 de Setembro de 2022 at 11:02

    Fico contente por a justiça ser feita, faz anos que assistimos a preços iguais dos mesmos produtos nestas cadeias alimentares. Todos eles o fazem e acordos por debaixo da mesa, incluso têm pessoas que todos os dias percorrem os seus concorrentes, para ver que preços praticam.
    Abençoada multa que seja cumprida.

  10. Maria Fernanda

    15 de Setembro de 2022 at 10:59

    Eu não sei se são ou não culpados, alguma coisa não estará bem porque não se actua nem se culpa essas grandes superfícies sem qualquer razão, pena é que nós os consumidores, temos que usar as grandes superfícies, ficamos sempre mal. Esperemos resultados, o que duvido, as grandes superfícies têm uma panóplia de advogados sempre bem preparados.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *