Edição digital
Bens de Grande Consumo
Bens de grande consumo deverão crescer 3% em valor e 1% em volume em Portugal em 2024

Nos primeiros meses do ano, os portugueses foram mais vezes às compras (a frequência de compra cresceu 2,4%), mas encheram menos os carrinhos (volume por ato de compra diminuiu 6,0%), segundo dados do Painel de Lares da Kantar

Radiografia do mercado mundial de bens de grande consumo no primeiro semestre

Da América Latina à Ásia-Pacífico, onde estão as oportunidades no mercado de Bens de Grande Consumo?

Higiene do lar: única categoria em que marcas de fabricante crescem acima das de distribuição

As vendas de Bens de Grande Consumo em Portugal totalizaram os 3 150 703 mil euros até 21 de maio, um crescimento de 3,8% face ao período homólogo, de acordo com o Scantrends da Nielsen. Na última quadrissemana analisada pela consultora, as vendas no mercado de grande consumo cresceram 5,8%, sendo as marcas de distribuição as que apresentam melhores resultados em todas as categorias, à exceção da de Higiene do Lar

Vendas de marcas da distribuição no verão quebram ciclo descendente

Na última quadrissemana analisada pela consultora Nielsen, entre 11 de julho e 7 de agosto, as marcas de fabricante registam um aumento de 3% em relação ao período homólogo. As marcas da distribuição, por sua vez, subiram 1% em vendas, estando este verão a apresentar os primeiros resultados positivos depois das sucessivas quedas verificadas desde o ano passado

Promoções atingem 41% das vendas de grande consumo em Portugal no último ano

O mercado de grande consumo em Portugal registou, entre outubro e dezembro passados, um crescimento de vendas de 0,9% face ao período homólogo, segundo os dados do relatório “Growth Reporter” elaborado pela consultora Nielsen. O País regista a segunda maior queda de preços entre os países europeus analisados, devido à atividade promocional

Marcas próprias melhoram desempenho nas categorias não alimentares

As marcas próprias apresentam uma “grande recuperação” na categoria higiene do lar em novembro, enquanto as marcas de fabricante caem, embora moderadamente

Marcas próprias voltam a perder vendas em setembro

As marcas de fabricante continuam a crescer e as marcas da distribuição voltam cair, em setembro, segundo a análise da consultora Nielsen aos bens de grande consumo

Marcas de distribuição regressam ao vermelho

As marcas de distribuição, que haviam recuperado em algumas categorias na última análise da consultora Nielsen, voltam a terreno negativo

Bebidas e Higiene. Marcas da distribuição recuperam vendas

Os bens de grande consumo registaram entre 18 de maio e 14 de junho de 2015 o maior crescimento do ano. As vendas aumentaram 2,7% e as marcas próprias recuperam em algumas categorias

Higiene do lar é mais uma vez a categoria mais dinâmica

O período natalício foi menos favorável para os bens de grande consumo que fechou 2014 com uma quebra de 1,1% nas vendas, segundo dados da Nielsen

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2023 Hipersuper. Todos os direitos reservados.