Edição digital
consumo
45% dos consumidores dizem que o seu poder de compra diminuiu

Segundo um estudo do Observador Cetelem, 45% dos portugueses afirmam que o seu poder de compra sofreu uma quebra, com 17% destes a afirmarem que diminuiu significativamente. De referir que é nas faixas etárias entre os 35 e os 54 anos que há um maior sentimento da perda do poder de compra, assim como entre as mulheres e os com menor rendimento.

Evolução lenta das vendas no primeiro trimestre

Os dados são avançados por um estudo da Salesforce que analisa os números de consumo e do retalho a nível global. O primeiro trimestre deste ano demonstra uma evolução lenta das vendas devido à inflação, indicando que os consumidores estão a guardar os seus orçamentos para momentos de compras no segundo semestre.

Consumo
Consumidores olham cada vez mais para o preço antes de encher o carrinho

Esta é uma das conclusões do estudo ao consumidor realizado pela Levelsource, que apresenta o fator quantidade (95%) como o segundo mais importante, superando a marca (89%) e a qualidade (88%).

Consumidores valorizam marcas mais sustentáveis

É o que conclui um estudo da Escolha do Consumidor: as preocupações sociais e ambientais estão cada vez mais presentes no comportamento dos consumidores, uma realidade que o sistema de […]

Consumidores mais atentos ao desperdício alimentar e às promoções

66% dos consumidores questionados afirmaram que a despesa alimentar aumentou, 30% tiveram de limitar ou mesmo renunciar às despesas com produtos alimentares devido à falta de meios financeiros. Já 44% afirmam também ter abdicado de certos produtos, como carne ou peixe, e 46% disseram comprar menos produtos “amigos do ambiente”, como produtos biológicos. E 29% revelam mesmo terem passado a comer menos.

95% dos portugueses preocupados com o poder de compra

O Barómetro Europeu realizado pelo Cetelem mostra que 81% dos inquiridos referem que os preços subiram “significativamente” e que isso teve um impacto no orçamento, sentido principalmente na alimentação (66%), nos gastos com a energia (53%), nas despesas com a habitação (50%) e nos transportes (48%).

Bens de grande consumo deverão crescer 3% em valor e 1% em volume em Portugal em 2024

Nos primeiros meses do ano, os portugueses foram mais vezes às compras (a frequência de compra cresceu 2,4%), mas encheram menos os carrinhos (volume por ato de compra diminuiu 6,0%), segundo dados do Painel de Lares da Kantar

Regresso ao crescimento em volume vai ser crítico para os retalhistas em 2024

Após um ano de crescimento substancial e sem grande margem para subidas de preços em 2024, o regresso ao crescimento em volume vai ser crítico para o setor do retalho.

Iogurte líquido, óleo e atum posta em azeite tiveram as maiores subidas com o fim do IVA zero

No espaço de 4 dias, entre o dia 4 e 8 de janeiro, os preços dos 41 produtos essenciais que faziam parte do cabaz alimentar essencial aumentaram acima dos 6% em 14 produtos. Os dados são da Deco Proteste que avança que desde o último dia do IVA zero até esta terça-feira, os preços que mais cresceram foram o iogurte líquido, o óleo alimentar e o atum posta em azeite.

supermercado
Deco reforça que estabilidade dos preços é essencial

No dia em que terminou o período de isenção de IVA que vigorou por aproximadamente oito meses em mais de 40 produtos alimentares essenciais, uma medida, que abrangeu itens como […]

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2023 Hipersuper. Todos os direitos reservados.