Destaque Homepage Hipersuper Homepage Sustentabilidade

“A nossa intenção passa por termos cada vez mais presença na linha da frente do combate ao desperdício alimentar”

Por a 28 de Setembro de 2023 as 11:35

Carlos Hipólito, head of Portugal da PhenixA sensibilização é um pilar muito importante na luta contra o desperdício alimentar. Sexta-feira, dia 29 de Setembro, a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), em Lisboa, recebe a 1ª edição do Make It Sustainable: Food Waste Edition, promovido pela Phenix Portugal, um evento onde se vai debater, partilhar e alertar para o que ainda pode e deve ser feito por todos no combate ao desperdício alimentar. Foi o mote para uma conversa com Carlos Hipólito, head of Portugal da Phenix, que não esconde o entusiasmo e avança que este é o pontapé de saída desta vertente da sensibilização que inclui outros projetos para 2024.

Quais as expectativas para esta 1ª edição do Make It Sustainable: Food Waste Edition?
O Make it Sustainable – Food Waste Edition é um evento que visa celebrar o Dia internacional de conscientização sobre perda e desperdício de alimentos, e onde a nossa intenção passa por termos cada vez mais presença na linha da frente do combate ao desperdício alimentar, unindo a vertente da ação e trabalho no terreno á vertente da sensibilização, que é um dos principais pilares da luta contra o desperdício alimentar. Os objetivos principais são a partilha de boas práticas, desafios e colocar esta problemática a discussão, provocando uma memória e uma preocupação constante na mente das pessoas

Cada vez mais é importante falar e pensar no tema do Desperdício Alimentar?
Sem dúvida. A sensibilização e consciencialização recorrente são, a par do trabalho no terreno, os principais pilares da luta contra o desperdício alimentar. A consciencialização recorrente levará a uma adesão de mais pessoas a este movimento, a ações efetivas e com maior impacto, têm que ser um trabalho conjunto da comunidade, e ao mesmo tempo conseguimos também erradicar o desconhecimento, pois a educação também assume um papel importante.

O que oferece este evento de diferente? Que momentos gostaria de destacar e quais os parceiros?
Seria injusto da minha parte destacar determinados momentos, quando o evento vale por todas as ações que vão estar a decorrer, e todos os momentos têm uma ligação entre si. Os painéis vão permitir uma análise muito abrangente da problemática, passando pelas empresas, restauração e consumidor final, que serão completados pela apresentação de projetos inovadores e impactantes na área da sustentabilidade e desperdício alimentar. Para fechar com chave de ouro, será o primeiro evento inteiramente sustentável e certificado em Portugal, pela Bureau Veritas.

As empresas estão sensibilizadas para esta causa? É cada vez mais importante unir esforços?
Cada vez mais, sem dúvida. Seja por iniciativa própria, seja através de um trabalho conjunto com a Phenix. Mas continua a existir um longo caminho, e esse longo caminho passa primeiramente passar das intenções às ações, que é o primeiro obstáculo que surge nesta problemática. Fazer desta problemática uma prioridade para todas as empresas.

Este evento é o pontapé de saída para outros projetos da Phenix Portugal na vertente da sensibilização?
Efetivamente, nós olhamos para este evento como um pontapé de saída desta vertente da sensibilização e para outros projetos que temos na calha para 2024.
Porque definimos no final de 2022, que a sensibilização seria um dos pilares do nosso trabalho para 2023 e 2024, e nada melhor que este evento, nesta data tão simbólica, para começarmos a ter cada vez mais impacto no capítulo da sensibilização e contagiarmos cada vez mais a sociedade para esta temática que nos afeta a todos e que carece da contribuição ativa de todos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *