Distribuição Homepage Newsletter

“É um não educado mas definitivo”. Governo francês trava venda do Carrefour

Por a 15 de Janeiro de 2021 as 14:00
carrefour111

“A minha resposta é extremamente clara: não estamos a favor do acordo. É um não educado, mas muito claro e definitivo”, disse o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, ao canal de televisão BFM TV, em resposta à proposta de aquisição “amigável” do Carrefour por parte da empresa canadiana Alimentation Couche-Tard por 20 mil milhões de dólares.

“A soberania é um assunto chave para o Governo” (…) e a “segurança alimentar é estratégica para o nosso país, por isso não vendemos um grande retalhista francês”, afirmou o ministro, acrescentando que o comércio alimentar foi recentemente incluído numa lista de setores considerados estratégicos, o que confere ao executivo francês poder para bloquear transações desta natureza.

Le Maire lembrou ainda que o Carrefour é o maior empregador privado do país, dando emprego a 105 mil pessoas em França e, se consideramos a operação global, o número aumenta para 320 mil trabalhadores.

Até agora, nem o Carrefour nem a Alimentation Couche-Tard se pronunciaram sobre a posição do governo francês, que já levou as ações do grupo francês a cair 2,51% na bolsa de Paris.

Um comentário

  1. essay mills

    2 de Fevereiro de 2021 at 18:07

    Hi there, after reading this remarkable piece of
    writing i am as well delightedd to share my familiarity here with friends.

    https://works.bepress.com/whatkindoftopicareimportantformyessaytokillamockingbird/3/
    essay mills
    essay mills https://hillels4mjdpu9p.medium.com/virginia-tech-essay-prompt-2016-bc0831877ab9

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *