saiba o que é »

Queda nas apostas desportivas contrariam crescimento das apostas online no confinamento

Por a 18 de Setembro de 2020 as 11:55
apostas

Os dados relativos aos jogos e apostas online, recentemente divulgados pelo Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), em relação ao primeiro semestre deste ano desvelam duas realidades antagónicas.

Se, por um lado, os jogos e apostas online dispararam, especialmente durante os meses de confinamento, as apostas desportivas online revelaram um comportamento errático que teve na sua génese os adiamentos e, em alguns casos, até o cancelamento de muitos dos eventos desportivos previstos no calendário para os seis primeiros meses deste ano.

Apenas com as estóicas ligas de futebol do Burundi, Nicarágua e Bielorrússia a continuarem a decorrer “normalmente” e com todas as outras modalidades desportivas paradas (ténis, basquetebol, andebol, etc.), o volume de apostas desportivas online sofreu uma queda abrupta durante o mês de abril em face do período homólogo de 2019.  Em termos de números, isto traduziu-se, segundo a entidade reguladora das 13 casas de apostas legais em Portugal, num volume das apostas desportivas online inferior em 3,5 milhões de euros, 239,9 milhões de euros no total, quando comparado com o mesmo período de 2019 em que se registou um total de 243,4 milhões de euros.

Em particular, no mês de abril, verificou-se a redução em 75,2% das apostas nas modalidades de futebol, ténis e basquetebol, que no seu conjunto e por norma, representam aproximadamente 95% do total das apostas desportivas à cota.

Apesar desta queda no volume das apostas, a receita bruta gerada pela exploração de apostas desportivas à cota foi de 55,2 milhões de euros, mais 7,4 milhões de euros do que nos seis primeiros meses de 2019. Este dado positivo, justifica-se pelo normal decorrer da época desportiva até meados de março e pelo regresso, quer da Bundesliga (liga alemã de futebol) a 16 de maio, quer pelo retomar das principais ligas de futebol da Europa no mês de junho, altura em que as apostas desportivas online registaram mais 28,2 milhões de euros face a maio (48 milhões de euros no total), atingindo níveis próximos dos apurados em fevereiro último.

Apostas online disparam durante o confinamento

Ao contrário das apostas desportivas online, a atividade das apostas online em jogos de fortuna e azar dispararam. Mesmo com o período de confinamento obrigatório pelo meio, aliás, este parece ter sido um catalisador do crescimento desta categoria, as apostas online em jogos de fortuna e azar geraram durante o primeiro semestre de 2020, uma receita bruta de 83,7 milhões de euros, correspondendo a cerca de 2,3 mil milhões de euros em volume de apostas. Estes valores são superiores em 1,7 vezes ao registado no período homólogo anterior.

Como referimos, o confinamento teve, segundo o SRIJ, um papel importante na construção destes números, uma vez que o crescimento mais expressivo ocorreu a parti de meados de março e, com especial incidência, no decorrer do mês de abril. A partir de maio, a tendência atenuou-se, observando-se no final do semestre o regresso a valores mais próximos daqueles que se registaram no período pré-pandemia.

O aumento do volume de apostas em jogos de fortuna e azar online verificou-se em todos os tipos de jogos, mantendo-se estável o peso relativo de cada jogo ao longo do período em análise. As apostas em máquinas de jogo online continuaram a ser as mais representativas, atingindo mais de 60% do volume total de apostas em cada mês.

O contributo dos novos apostadores

Os números apresentados pelo SRIJ não teriam, com certeza, a mesma expressão sem um aumento, também ele expressivo, no número de novos apostadores. No 1º semestre de 2020, registaram-se 287,8 mil novos registos de jogadores, concentrados, principalmente, entre meados de março e meados de abril (cerca de 24% do total de novos registos nos primeiros seis meses deste ano).

A partir de maio os novos registo abrandaram, mas com a entrada no mês de junho e o recomeço das competições desportivas, o número de novos apostadores voltou a sofrer um aumento significativo.

A necessidade de ocupar o tempo entre as aulas dos filhos ou o teletrabalho, a oportunidade de ganhar um dinheiro extra, a diversidade de jogos e os bónus que as casas de apostas e portais especializados em apostas em jogos de fortuna e azar online a operarem em Portugal disponibiliza a aquém se está a iniciar nestas lides foram alguns dos catalisadores deste crescimento dos apostadores a nível nacional.

Sites como o Apostas Online são um belo exemplo disso mesmo. Este portal condensa toda a informação necessária a quem se está a iniciar nas apostas e casinos online, oferece bónus para a fomentar a experimentação e ainda faz a análise das maiores casas de apostas, com particular enfâse para as apostas desportivas, assumindo-se como o melhor site de apostas em futebol em Portugal.

Feitas as contas, e apesar da queda, anteriormente explicada, nas apostas desportivas online, o balanço total é extremamente positivo. Só no 1º semestre de 2020, a atividade de jogos e apostas online gerou 138,9 milhões de euros de receita bruta, o que representou cerca de 2,5 mil milhões de euros em apostas. Em comparação com o período homólogo de 2019, registou-se um aumento de 43,1 milhões de euros em receita bruta, uma subida de 44,9% em relação aos seis primeiros meses do ano passado, e um crescimento de 974,3 milhões de euros em volume de apostas.

* conteúdo da exclusiva responsabilidade da Unik SEO

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *