Distribuição Homepage Newsletter

Coviran abre supermercados em Quarteira e em Reguengo do Fetal

Por a 8 de Maio de 2020 as 11:00

CoviranA Coviran abriu dois supermercados localizados nos distritos de Faro e de Leiria, criando 17 postos de trabalho.

A primeira abertura ocorreu em Quarteira, concelho de Loulé, numa loja com 400 metros quadrados gerida por Nélio Gonçalves e Marco Gonçalves. O supermercado tem talho, charcutaria, padaria, frutaria com serviço assistido e uma cafetaria.

A segunda loja abriu em Reguengo do Fetal, concelho da Batalha, sendo gerida por João Madeira e Jorge Lopes. O supermercado conta com uma área de 80 metros quadrados, dispondo de secções de charcutaria, de frutaria e de padaria em livre serviço.

No total, os dois supermercados adicionam 480 metros quadrados à área de vendas da Coviran. Em termos de formatos de proximidade, a Coviran ocupa a segunda posição, em Portugal, com uma quota de mercado de 6,4%.

Um comentário

  1. Francisco Lopes

    1 de Setembro de 2020 at 23:13

    Das 4 vezes que faço compras na loja que abriu em Quarteira e ainda no tempo deste surto, sempre houve enganos, melhor dizendo: sempre me senti burlado e defraudado. Hoje foi caso para dizer BASTA! e não se trata do valor em causa, mas sim motivado pela burla ou incompetência, mas mais inclinado para burla por se tratar sempre do mesmo motivo e sempre em desabono do cliente, mais ainda, quando após voltar à loja e confrontando a irregularidade, fica-se atónito quando ainda querem fazer crer que tudo está nos conformes, mesmo quando desmesuradamente a diferença entre produtos é abismal. Esta última, foi de hoje dia 2 de junho de 2020, quando comprei peras que estavam marcadas a 0,99 € o Kg e outra qualidade muito maior a 1,69 € Kg. Foi-me cobrado o valor das de maior valor, quando na realidade comprei de valor menor. Mesmo voltando à loja e na presença dos dois produtos exposto, a colaboradora ainda queria fazer crer que estava tudo certo, não me contendo repliquei: Não vê que aquelas são muito maiores que estas!!! Voltou à “caixa”, fez contas e devolveu-me 30 cêntimos. Claro que qualquer leigo em matemática sabe que – sendo aproximadamente um quilo, a diferença seria sensivelmente a diferença do valor do quilo entre os produtos. Não quis interpelar a dita colaboradora, uma vez que também seria a última vez que entraria numa loja Coviran. Como também não quero apenas deixar esta mensagem e que provavelmente não irá ter resposta, nem tão pouco receber os 44 cêntimos de que fui roubado desta vez, além das 3 anteriores. Talvez tudo somado não ultrapasse os 3 euros que não me fazem a menor falta, mas que luto por princípios e não abdico dos meus direitos, não ficando apenas por aqui o meu desencanto quanto a esta loja que sita no Largo Poeta Pardal, Bloco 4E – 5E Fração A em Quarteira. Fatura Recibo 332/2020F02 – Operadora Ana Luisa. Pretendo deste modo alertar os incautos no Portal da Queixa e em todas as plataformas digitais onde possa vincular a minha preocupação pela forma que colide com a ética/moral em detrimento dos clientes que ajudam na vossa sobrevivência e que desrespeitosamente são tratados da forma mais abjeta.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *