Distribuição Homepage Newsletter

Mercadona considera que tem de “ajustar preços” em Portugal

Por a 8 de Janeiro de 2020 as 21:21

MercadonaA Mercadona reconhece que está numa fase inicial de adaptação ao consumidor português, sendo necessário ainda realizar alguns ajustes, nomeadamente, em relação a produtos e preços, explicou Elena Aldana, diretora de Relações Externas em Portugal, ao Jornal de Negócios.

A responsável da cadeia espanhola diz ser importante que também os consumidores reconheçam a qualidade das marcas próprias, como Hacendado ou Deliplus, no sentido de valorizar a relação qualidade-preço.

Estas declarações prestadas ao Jornal de Negócios surgem depois de a Deco ter concluído, em um estudo sobre preços de cabazes de Natal, que a Mercadona está “muito longe de revolucionar ao nível dos preços”.

Até ao momento, a empresa já investiu “mais de 260 milhões de euros” em Portugal. A empresa conta já com dez supermercados no País. Prevê inaugurar outras dez lojas durante 2020. Aveiro, Santo Tirso (em abril) e Penafiel são algumas das localizações já confirmadas.

A porta-voz faz um balanço “positivo” da atividade da empresa desenvolvida até agora em Portugal, enquanto primeiro mercado de internacionalização, sublinhado que as lojas estão a ter uma “boa aceitação por parte dos portugueses”.

Um comentário

  1. 9 de Janeiro de 2020 at 15:31

    A Mercadona tem de perceber que não somos uma Comunidade Autónoma da Espanha e temos um pais com lacticinios, productos frescos e hortalizas …de origem nacional. Os queijos premiados da sua marca são espanhóis a 100%

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *