Data Center Homepage Newsletter

Criação de empresas pode bater recorde em 2019 mas retalho é dos setores que menos contribui

Por a 9 de Dezembro de 2019 as 13:15
mobile_chat_empresário

mobile_chat_empresárioNum ano em que podemos assistir a um recorde na criação de novas empresas, o retalho está entre os quatro setores que registam menos constituições, atrás das atividades imobiliárias, alojamento e restauração e serviços gerais.

Segundo um relatório hoje divulgado pela Informa D&B, surgiram 45.471 novas empresas no País entre janeiro e final de novembro. O número é “praticamente o mesmo” face a igual período do ano passado, mas estima-se um recorde de constituições em 2019.

Os setores de transportes e construção são os que mais contribuem para o crescimento de novas empresas, responsáveis, em conjunto, por mais de 90% do crescimento das constituições. Já os setores ligados ao turismo são os que mais recuam na criação de novas empresas.

Nos transportes, já foram criadas este ano 4.068 novas empresas, mais 2.098 que no período homólogo, o que corresponde a um crescimento de 106,5%. Esta dinâmica deve-se quase na totalidade ao subsetor de transporte ocasional de passageiros em veículos ligeiros.

Por outro lado, este ano todos os setores registam menos encerramentos face a 2018, com exceção da agricultura e outros recursos naturais. No total dos setores, os encerramentos diminuíram 14,9% face aos mesmos 11 meses do ano passado. A maioria regista descidas de dois dígitos.

Os novos processos de insolvência registam uma quebra de 7%, uma tendência patente já desde 2013.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *