Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter

Investimento imobiliário comercial cai 13% na Europa no primeiro semestre. Portugal não é exeção

Por a 21 de Outubro de 2019 as 12:42
imobiliario

imobiliarioOs investimentos comerciais no mercado europeu caíram 13% no primeiro semestre deste ano, face ao mesmo período de 2018, para os cerca de 100 mil milhões de euros, de acordo com um relatório apresentado pela consultora imobiliária Worx.

O investimento estrangeiro na Europa caiu 10%, em termos homólogos, absorvendo a fatia de 50 mil milhões de euros. “Comparado a um ano 2018 muito ativo, o primeiro semestre de 2019 viu uma diminuição no investimento do Médio Oriente que permanece abaixo da média”, sublinha a Worx.

A maior transação a  nível europeu realizada neste semestre pertence ao Citigroup, que adquiriu a 25 Canada Square, em Londres, por 1,3 mil milhões de euros. A consultora destaca ainda transações como  a compra de um portefólio de logística de 405 milhões de euros na Suécia, por parte da Allianz; a Savills IM adquiriu um portefólio de comércio em França por 300 milhões de euros; e a Warburg-HIH & Hana AM comprou um prédio de escritórios em Amesterdão por 256 milhões de euros.

O mercado português não escapa à desaceleração do investimento comercial, incluindo o retalho.

Para o País, a consultora estima que o ano corrente feche  com cerca de dois mil milhões de euros em investimento comercial, abaixo dos 3,1 mil milhões de euros investidos no último ano. O investimento comercial já ultrapassou os 1,5 mil milhões de euros este ano, “notando-se uma certa desaceleração em relação ao ano transato”.

O investimento comercial em Portugal é em 90% de origem estrangeira, sendo que os Estados Unidos, a Alemanha e a França compõem o pódio dos países com maior volume de investimento.

“Entre os negócios mais sonantes neste último trimestre está a compra do Algarve Shopping e do Albufeira Retail Park pela francesa FREY, à Iberia Coop por cerca de 180 milhões de euros, para um total de aproximadamente 60.000 metros quadrados de espaço de comércio entre os dois centros”, explica a Worx.

De salientar também a venda, por parte da Imofundos, de um portefólio de imóveis na área de logística e industrial, com mais de 60.000 metros quadrados no total, à M7 Real Estate, por cerca de 30 milhões de euros.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *