Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter

Lojas da Auchan Retail Portugal passam a funcionar sob uma só marca

Por a 12 de Setembro de 2019 as 7:00
auchan

auchanA Auchan Retail Portugal arranca oficialmente esta quinta-feira com a Auchan como insígnia única para todas as suas lojas, fazendo assim cair a marca Jumbo.  A insígnia  Pão d’Açúcar já havia sido retirada.

“Passaram 50 anos do Pão de Açúcar à Auchan. Não foi uma mudança fácil. Foi uma mudança consciente. Era altura de fazer a mudança na empresa para prepará-la para os próximos 50 anos”, referiu Pedro Cid, CEO da Auchan Retail Portugal.

A Auchan, que nos últimos dez anos investiu 400 milhões de euros em Portugal e distribuiu 95 milhões de euros pelos colaboradores, pretende mudar agora a sua forma de estar e de agir. “Queremos ter uma marca associada aos valores e missão que temos. Construímos a marca de dentro para fora, centrada claramente nos nossos parceiros e colaboradores”, prosseguiu.

O “Bom”, o “São” e o “Local” são os valores associados à marca, que expressam, em primeiro lugar, “a experiência de compra do cliente”, disse Pedro Cid. A Auchan vai também fornecer a informação nutricional de todos os seus produtos. “O cliente tem de ter consciência do que vai comprar”, explicou o CEO. A cadeia de retalho alimentar, por fim, tem 88% de produtores locais, que variam entre os 160 e os 170. “Vamos privilegiar o sítio onde estamos inseridos e contribuir para as comunidades onde estamos inseridos”, detalhou Pedro Cid.

No plano de 2018 e 2019, a empresa de retalho reservou 90 milhões de euros para investir na criação da nova marca, na abertura e na remodelação de lojas. A construção da marca custou entre 300 e 400 mil euros, enquanto a sua implementação entre 3 e 4 milhões de euros, adiantou Pedro Cid. Na renovação do conceito do hipermercado de Alfragide foram investidos 8 milhões de euros, passando a ter uma área de 13.000 a 14.000 metros quadrados. No novo hipermercado de Paço de Arcos, a empresa investiu 15,5 milhões de euros. A remodelação da lojas das Amoreiras significará um investimento de 3 milhões de euros.

Está ainda a ser preparada uma loja em Cascais com o novo conceito, que representa um investimento entre 18 e 19 milhões de euros e que abrirá em 2021 ou 2022.

Quanto ao formato de proximidade, que tem já 29 lojas abertas, a Auchan prevê abrir mais duas ou três ainda este ano. Situadas só na zona da grande Lisboa, as lojas de proximidade passarão numa fase seguinte para a zona do Porto. Para o plano de aberturas em Lisboa estar concluído, a Auchan terá de ter entre 80 a 90 lojas na zona da Grande Lisboa, ou seja, em Alfragide, Lisboa, Amadora e Almada. “Queremos ter pelo menos 80% dos nossos clientes cobertos”, adiantou Pedro Cid.

Para comunicar a nova marca, a Auchan vai arrancar agora com uma campanha de publicidade, que representa um investimento de 1,5 milhões de euros e criada pela Bar Ogilvy.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *