FMCG Homepage Newsletter

Heineken com recuo dos lucros devido a aumento dos custos da operação

Por a 30 de Julho de 2019 as 9:15
Heineken

HeinekenA Heineken finalizou o primeiro semestre de 2019 com um resultado líquido de 1,1 mil milhões de euros, um recuo de 1,2% em termos orgânicos face a igual período de 2018.

O lucro por ação foi de 1,84 euros, quando nos primeiros seis meses de 2018 foi de 1,86 euros.

A Heineken atingiu 11,4 mil milhões de euros em receitas líquidas, o que equivale a um crescimento de 5,6% em relação ao primeiro semestre de 2018.

O volume de cerveja vendida cresceu 3,1%. O crescimento no segundo trimestre foi de 2,1%, tendo a Ásia-Pacífico acelerado para um crescimento de dois dígitos. Na Europa, o segundo trimestre teve um bom desempenho em abril devido ao bom tempo sentido na Páscoa, tendo num período posterior piorado o desempenho devido às más condições climatéricas.

Os resultados operacionais da companhia holandesa subiram 0,3% para 1,8 mil milhões de euros.

Na Europa, o volume de cerveja diminuiu 1,5% em termos orgânicos, como resultado do mau tempo sentido na primavera e no início do verão. Por outro lado, comparando com o início do verão de 2018, a ausência de mundial de futebol também contribuiu para esta diminuição.

Os resultados operacionais diminuíram também na Europa, em 5,7%, devido ao aumento dos custos de logística e aos investimentos em e-commerce e em melhorias tecnológicas.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *