Homepage Newsletter Ponto de Venda

Condé Nast aliena posição na Farfetch

Por a 9 de Julho de 2019 as 21:34
José Neves, fundador da Farfetch
José Neves, fundador da Farfetch

Foto_José Neves_CEO FarfetchA Condé Nast alienou a sua posição de 234 milhões de libras (261 milhões de euros) na Farfetch, devido à forma como a empresa está a ser gerida, adianta o The Times.

A Condé Nast, que é editora da Vogue e da Vanity Fair, tomou a decisão por estar preocupada com os montantes despendidos pela Farfetch, liderada por José Neves, em marketing.

A mesma publicação adianta que Jonathan Newhouse, chairman da Condé Nast, abandonou o conselho de administração da companhia que detém o marketplace de bens de luxo.

A Farfetch, cotada na bolsa de Nova Iorque desde setembro de 2018, apresentou vendas de 475 milhões de libras (cerca de 530 milhões de euros) no final do ano passado, um aumento de 56% face a 2017. Porém, os prejuízos atingiram 122,7 milhões de libras (136,8 milhões de euros).

José Neves, em entrevista ao Observador publicada em junho, afirmou: “seremos lucrativos quando quisermos ser lucrativos”. “A nossa aposta neste momento não é na rentabilidade imediata, é em conquistar quota de mercado e em continuarmos nesta rampa de crescimento, porque temos meios financeiros para isso, temos zero de dívidas, portanto não temos quaisquer dívidas no balanço. Temos os meios financeiros para isso e é isso que os nossos investidores querem que façamos, que é crescer”, acrescentou.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *