Destaque Destaque Homepage Homepage Newsletter Ponto de Venda

Banco Europeu de Investimento empresta €55 milhões ao Continente para melhorar perfil ambiental das lojas

Por a 22 de Janeiro de 2019 as 12:53
Emma Navarro, vice-Presidente do BEI, e Rui Almeida, diretor financeiro da Sonae MC
Emma Navarro, vice-Presidente do BEI, e Rui Almeida, diretor financeiro da Sonae MC
Emma Navarro, vice-Presidente do BEI, e Rui Almeida, diretor financeiro da Sonae MC

Emma Navarro, vice-presidente do BEI, e Rui Almeida, diretor financeiro da Sonae MC

A Sonae MC vai contar com o financiamento do Banco Europeu de Investimento (BEI) para o projeto de redução da pegada ecológica da sua atividade. O contrato de financiamento foi assinado esta terça-feira em Matosinhos.

A divisão de retalho alimentar do grupo da Maia revela, em comunicado, que “o Banco Europeu de Investimento assinou um contrato de empréstimo com a Sonae MC, no valor de 55 milhões de euros, para financiar os investimentos da empresa com vista a reduzir o impacto ambiental da sua atividade de retalho alimentar”.

O projeto prevê a adoção de novas tecnologias nas lojas Continente, Continente Modelo e Continente Bom Dia para melhorar a sustentabilidade ambiental do negócio.

“O empréstimo do BEI contribuirá para a renovação dos sistemas técnicos das lojas, com equipamentos mais eficientes em termos energéticos, assim como novas tecnologias de produção de eletricidade e gestão de resíduos”, acrescenta o comunicado.

O financiamento do BEI está integrado no Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), um pilar do Plano de Investimento para a Europa, conhecido como “Plano Juncker”.

Entre os principais objetivos deste projeto destacam-se a redução em 10% do consumo de eletricidade, a renovação dos sistemas de refrigeração para diminuição dos gases com efeito de estufa e a redução do consumo de água com a instalação de novos sistemas de gestão.

Além disso, as lojas produzirão o equivalente a cerca de oito por cento das suas necessidades de eletricidade, mediante o recurso a fontes de energia renováveis. Os investimentos relacionados com a água permitirão reciclar e valorizar até 24 % do total de resíduos alimentares gerados. O projeto contribuirá ainda para o desenvolvimento do mercado de veículos elétricos, através da instalação de cerca de 680 pontos de carregamento nos parques de estacionamento das lojas.

O montante de investimento elegível deste projeto ascende a 110 milhões de euros e será realizado entre julho de 2018 e junho de 2022.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *