Destaque Destaque Homepage Homepage Newsletter Produção

Maçã de Alcobaça. Consórcio industrial investe €2,5 milhões em nova fábrica de alimentos funcionais

Por a 16 de Novembro de 2018 as 9:11
Jorge Soares, presidente da Associação Maça de Alcobaça
Jorge Soares, presidente da Associação Maça de Alcobaça
Jorge Soares, presidente da Associação Maça de Alcobaça

Jorge Soares, presidente da Associação Maçã de Alcobaça

Três organizações de produtores do Oeste vão investir 2,5 milhões de euros para erguer uma fábrica de produtos funcionais com a Maçã de Alcobaça como principal matéria-prima.

Está a nascer “um consórcio industrial de três empresas que se juntaram para criar nos próximos anos produtos funcionais de maçã, mais cómodos e fáceis de consumir. Vamos produzir alimentos funcionais a partir de maçã, ou de sub-produtos, como a casca ou a semente da maçã, sem adição de substâncias químicas”, anunciou Jorge Soares, presidente da Associação Maçã de Alcobaça, por ocasião do debate “A importância da marca”, que decorreu esta quarta-feira, inserido na iniciativa “Portugal Exportador”.

A unidade industrial terá duas linhas de produção, uma de produtos desidratados e outra de polpas. Já foi criada uma marca regional para comercializar estes produtos na Península Ibérica.

As três organizações são a Campotec, que lidera o consórcio, empresa sedeada em Torres Vedras mas com uma base de produção em Alcobaça e em outras regiões do país, a Frutalvor, Cooperativa de Fruticultores das Caldas da Rainha, e a NARCFRUTAS, Cooperativa de Fruticultores e Horticultores da Região de Alcobaça.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *