Homepage Newsletter Produção

Biocom chega às 100 mil toneladas de açúcar ‘made in’ em Angola

Por a 30 de Abril de 2018 as 11:40
açúcar

A Companhia de Bioenergia de Angola (Biocom), que junta em Malanje (Angola) os brasileiros da Odebrecht e a Sonangol, prevê colocar este ano no mercado 100 mil toneladas de açúcar, valor recorde, mas que garante menos de 40% das necessidades nacionais.

Os números, revelados pela Lusa, foram avançados pela administração da Biocom, a única do género em Angola, no arranque, este mês, da colheita de 2018 nos 24.000 hectares de cana-de-açúcar, que deverá ser a maior em quatro anos.

Ainda assim, esta produção de 2018 deverá corresponder a entre 30 a 40% das necessidades do mercado nacional, que também está em retração, de consumo de açúcar, “devido à crise”, explicou Bagorro Júnior, diretor-geral adjunto da Biocom.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *