Edição digital
PUB

Camembert and salami skewers

FMCG

Especial Leite. Eis a estabilidade esperada há anos

Depois de uma década em constante declínio, 2017 trouxe uma lufada de ar fresco para os produtores de leite, que não baixaram os braços e transformaram a oferta disponível nos lineares. Em resultado, o consumo estabilizou e, para as marcas de fabricante, o setor está até a crescer

Ana Catarina Monteiro

Camembert and salami skewers

FMCG

Especial Leite. Eis a estabilidade esperada há anos

Depois de uma década em constante declínio, 2017 trouxe uma lufada de ar fresco para os produtores de leite, que não baixaram os braços e transformaram a oferta disponível nos lineares. Em resultado, o consumo estabilizou e, para as marcas de fabricante, o setor está até a crescer

Sobre o autor
Ana Catarina Monteiro
Artigos relacionados
Adega Mayor celebra 17 anos com o lançamento de novos vinhos
Bebidas
Auchan divulga gama de gelados vegan
Alimentar
Lidl abre nova loja em Torres Vedras e reabre a loja do Bombarral
Retalho
Ervideira fecha primeiro semestre com 1,37 milhões de euros de faturação
Bebidas
Grupo Celeste lança novos menus de degustação
Alimentar
Continente celebra um ano da marca de nutrição com novos lançamentos
Retalho
Guia Completo de SEO para Pequenas Empresas: Estratégias Poderosas para o Sucesso
BRANDED
Purina cria marca virtual de ração para jogo Web3
Retalho
Novas Latas Gatão Rosé e Tinto
Bebidas
Sogrape lança nova colheita do vinho que homenageia Dona Antónia
Bebidas

Depois de uma década em constante declínio, 2017 trouxe uma lufada de ar fresco para os produtores de leite, que não baixaram os braços e transformaram a oferta disponível nos lineares. Em resultado, o consumo estabilizou e, para as marcas de fabricante, o setor está até a crescer

MILK_girassol

2017 trouxe a tão esperada estabilização ao setor nacional de leite, pondo um fim às sucessivas perdas anuais registadas na última década. Só em 2016, a queda das vendas no retalho foi de 11% em termos homólogos (correspondente ao ano móvel findo em novembro).

Agora, os produtores, que não baixaram os braços tendo reinventado a oferta disponível nos lineares e apostado em campanhas de informação nutricional junto dos consumidores, podem finalmente expirar de alívio: as vendas de leite (esterilizado, pasteurizado, UHT corrente e UHT Especial – incluindo as soluções sem lactose) atingiram os 260,8 milhões de euros nos 12 meses até 5 de novembro 2017, o que representa uma variação nula (0%) face ao período homólogo anterior, indicam os mais recentes dados da consultora Nielsen a que o HIPERSUPER teve acesso.

Um zero que sabe a crescimento para os produtores de leite e, consequentemente, para toda a fileira de laticínios, setor massacrado pelas mudanças do comportamento do consumidor, pelo embargo russo e pelo fim das quotas leiteiras impostas pela União Europeia.

Campanhas de (des)informação

Para Cristina Vasconcelos, diretora coordenadora de Marketing da Lactogal, os maus resultados atribuídos ao setor nos últimos anos, que “em Portugal tiveram a sua expressão máxima a partir de 2008 com perdas consecutivas a atingirem os 7% ao ano”, resultam também das “muitas campanhas de desinformação, de interesses diversos – por vezes não declarados -, e sucessivas notícias imprecisas”.

Uma vez que o leite representa “uma conjugação única de valor na cultura alimentar”, a “relação que o produto tem com o consumidor” é para a Lactogal a “base de desenvolvimento da categoria na perspectiva do negócio sustentado”, mas colocou o setor numa “posição muito particular e desejada por muitos outros setores e operadores”, explica a responsável da Lactogal em entrevista ao HIPERSUPER.

“Em defesa do leite, intensificamos, com as nossas marcas, um programa de iniciativas de apoio ao consumo, dirigido a consumidores e à opinião pública em geral. Procuramos trazer para o dia-a-dia o debate em torno do leite, mostrando a sua relação histórica e cientificamente provada com a saúde e bem estar”.

QueroMaisLeiteTambém a Federação Nacional das Cooperativas de Produtores de Leite (FENALAC), lançou em outubro passado a campanha “Quero mais leite”, um projeto que, segundo a federação, visa comunicar as características nutricionais do leite enquanto “parte integrante de uma alimentação equilibrada nas diferentes fases da vida”. A campanha, que conta com o apoio da União Europeia, vai promover diversas iniciativas educativas durante os próximos três anos.

De acordo com dados da FENALAC, a produção de leite no País representava 707 milhões de euros em 2015, o equivalente a 24% da produção animal e a 10% da produção agrícola. A indústria nacional de leite e lacticínios apresenta um volume de vendas de 1,3 mil milhões de euros, sendo “o segmento mais importante (15%) da indústria alimentar”. A criação de emprego direto e indireto do setor lácteo “deverá atingir os 50 mil postos”, a maior parte dos quais em zonas rurais “carenciadas do ponto de vista económico e social”.

Lactogal absorve 65,5% das vendas

O setor no total estabilizou, mas para a Lactogal o ano foi de crescimento. A empresa que absorve “65,5%” do valor da categoria de leite em Portugal, enquanto dona das marcas Matinal, Agros, Mimosa, Vigor e Gresso, regista um aumento de “2,5%” na faturação relacionada com a venda deste produto no País. Isto porque o consumo “tomou uma nova direção” durante o ano que acaba de encerrar, explica Cristina Vasconcelos. “Está mais sustentado em termos de penetração, sendo comprado com maior frequência e com ligeiro crescimento em quantidade e em segmentos de valor acrescentado como as variedades funcionais (que integram as tipologias sem lactose) e selecionado”.

Assim, “2017 deu sinais de que o consumo de leite e restantes lácteos, também afetados, se pode recompor”. Aliada às campanhas de promoção nutricional, a “afirmação de conceitos inovadores é o outro eixo que tem aportado recuperação de atratividade para o leite”, observa a diretora de Marketing da Lactogal.

leite_morango

Marcas de Fabricante estão mesmo a crescer

Não obstante o setor ter estancado a perda de valor, a variação da quantidade de leite de origem animal vendido em Portugal permanece no vermelho, apresentando no ano móvel terminado em novembro de 2017 uma queda de 3% para os 435,7 milhões de litros.

A quebra é justificada pela prestação das marcas de distribuição, cujo “dinamismo das ofertas mais funcionais não é suficiente para compensar a quebra das vendas de leite UHT [Ultra-High Temperature], dito ‘normal’, resultando em perda” de faturação, explica Cláudio Batista, client development senior da Nielsen. “Caso dependesse apenas das marcas de fabricante, o mercado total estaria mesmo a crescer, uma vez que estas estão dinâmicas, tanto em valor como em quantidade, beneficiando das novas ofertas de produtos apresentadas ao mercado”.

Um “diferente mix promocional” contribuiu também para a valorização das marcas de fabricante face a 2016, ano em que o setor do leite em geral passou a apresentar descontos com valores “acima da média do mercado de bens de grande consumo”. Naquele ano, “65%” das vendas neste mercado foram feitas com promoção”. Já em 2017, as marcas de fabricante recorreram a “mecânicas alternativas e diminuíram a profundidade média do desconto”, o que trouxe “um aumento dos volumes vendidos sem prejudicar o preço médio”, constata o especialista.

Não obstante, em termos gerais, a “maior variedade” de produto disponível “tem contribuído para uma imagem renovada do mercado de leite”.

Inovação a pensar na saúde e sustentabilidade

eyes-2626900_1280

Confirma-se então que é a inovação que conduz à retoma do setor, com as marcas a apostarem em alternativas mais saudáveis, produtos funcionais, biológicos ou de origem vegetal, para responderem à maior preocupação dos consumidores com a sustentabilidade e a saúde. Em 2016, surgiu até uma nova categoria no mercado nacional: a de leite de pastagem, fundada no País pela Terra Nostra, a qual reflete a maior preocupação da indústria com o bem-estar animal e com o fabrico de produtos menos processados.

“A principal tendência reside na crescente valorização de alimentos de origem natural – na relação que o consumidor estabelece entre alimentação e saúde e bem-estar, tende a afastar-se de alimentos processados com ingredientes artificiais (conservantes) e valoriza alimentos mais saudáveis e naturais”, descreve Cristina Vasconcelos.

Em termos de inovação trazida no último ano ao mercado pela mão da Lactogal, a responsável destaca o lançamento da variedade “Matinal Leve”, a qual “em menos de um semestre imprime um ritmo de crescimento acima de 11% ao segmento selecionado”. A marca de leite fresco Vigor, por sua vez, alargou à nova solução “sem lactose” e, mais recentemente, a empresa agroalimentar especializou-se na oferta de leite biológico sob a gama “Prado Verde” (inclui iogurtes) para a marca Agros. O que “vem dar cabal resposta a um segmento de consumo ético, só atendido pelo leite produzido em modo biológico”.

No segmento do leite com chocolate, “estamos a ser muito bem-sucedidos com a redução de 40% do açúcar nos leites Mimosa Bem Essencial sabores – uma medida de ajuste do perfil nutricional desta linha de leites especialmente vocacionada para o ‘target’ infantil”.

Maior literacia sobre lactose alavanca alternativas vegetais

 

Camembert and salami skewers

Cláudio Batista destaca o “papel de relevo” das variedades sem lactose “para os resultados mais positivos” da categoria de leite. O segmento “continua a crescer significativamente ano após ano, aumentando a sua importância”.

A cada vez maior fatia de consumidores que se deparam com a intolerância à lactose (açúcar naturalmente presente no leite), até aqui desconhecida por muitos, trouxe um desvio do consumo para as novas soluções, não só para as “sem lactose” mas também para as de origem vegetal. Estima-se que hoje esta condição física afete um terço da população nacional, de acordo com dados da Sociedade Portuguesa da Gastroenterologia.

Na opinião de Cristina Vasconcelos, a “maior literacia em matéria de reconhecimento da digestibilidade da lactose, associada também à formação de uma ampla gama de produtos lácteos sem este hidrato de carbono, foi decisiva na construção de alternativas dentro das próprias categorias lácteas”. A dificuldade em digerir este hidrato de carbono natural do leite impulsionou a “transferência do consumo para bebidas e sobremesas vegetais, enquanto alternativas ao leite e iogurte”.

Bebidas de soja são as mais valiosas mas únicas a cair

Entre as várias alternativas vegetais ao leite analisadas pela Nielsen (soja, arroz, amêndoa, coco, aveia e avelã), são as bebidas à base de soja as mais vendidas em Portugal. Nos 12 meses até 5 de outubro de 2017, estas totalizaram 14,5 milhões de euros em vendas no retalho nacional, mais de dez milhões de euros acima do valor alcançado pelas alternativas à base de amêndoa, a segunda bebida vegetal mais vendida no País, em substituição do leite.

Ainda assim, a receita das alternativas de soja apresenta uma queda de 12% face ao período homólogo transato. Em volume, as vendas caíram 13% para os 12,7 milhões de litros.

leite de soja

Já as bebidas de amêndoa cresceram, no período em análise, 40% em valor para os 4,1 milhões de euros, e 51% em volume para os 2 milhões de litros vendidos.

Mas o maior crescimento está associado às bebidas de avelã (+49% em valor e +65% em volume), sendo esta, no entanto, a categoria menos valiosa, com vendas de 80 700 euros – ou 34 100 litros. As bebidas à base de aveia (4 milhões de euros) e de coco (1,4 milhões de euros) cresceram ambas 44% em valor.

Exportações da Lactogal crescem a dois dígitos

Se o consumo de leite (de origem animal) está a cair na Europa, na Ásia “verifica-se um incremento” que empurra o setor para “um aumento de cerca de 2%” em 2017, a nível global, destaca a diretora de Marketing da Lactogal. “São realidades diferentes, consoante as geografias, mas a denotar que a categoria a nível global se conserva atrativa e a reagir positivamente a estímulos de dinamização e recontextualização do leite em novos estilos de vida”. Com efeito, as vendas das marcas de leite da empresa portuguesa cresceram, via exportação, “a dois dígitos”.

Quanto à medida em vigor em Portugal desde julho de 2017, que tornou obrigatória a identificação da origem do leite nas embalagens que chegam aos lineares, Cristina Vasconcelos considera tratar-se de um “factor construtivo” para setor, sendo uma “uma informação relevante para a decisão de compra da maioria dos consumidores portugueses”.

Sobre o autorAna Catarina Monteiro

Ana Catarina Monteiro

Artigos relacionados
Adega Mayor celebra 17 anos com o lançamento de novos vinhos
Bebidas
Auchan divulga gama de gelados vegan
Alimentar
Lidl abre nova loja em Torres Vedras e reabre a loja do Bombarral
Retalho
Ervideira fecha primeiro semestre com 1,37 milhões de euros de faturação
Bebidas
Grupo Celeste lança novos menus de degustação
Alimentar
Continente celebra um ano da marca de nutrição com novos lançamentos
Retalho
Guia Completo de SEO para Pequenas Empresas: Estratégias Poderosas para o Sucesso
BRANDED
Purina cria marca virtual de ração para jogo Web3
Retalho
Novas Latas Gatão Rosé e Tinto
Bebidas
Sogrape lança nova colheita do vinho que homenageia Dona Antónia
Bebidas
PUB
Alimentar

Salutem celebra 70 anos com nova identidade

Com o lema ‘Para a vida toda’, o novo logótipo da Salutem é baseado numa fonte da década de 50, data do nascimento da marca, acompanhado de uma linha, a linha do legado.

Hipersuper

A Salutem celebra este mês 70 anos, com o lançamento de uma nova identidade, “que reflete o orgulho no seu percurso e uma nova abordagem mais ajustada ao consumidor atual e aos desafios da sociedade moderna, democratizando o acesso a uma alimentação equilibrada”, apresenta a marca portuguesa de produtos saudáveis e dietéticos.

Com o lema ‘Para a vida toda’, o novo logótipo é baseado numa fonte da década de 50, data do nascimento da marca, acompanhado de uma linha, a linha do legado, “que representa o apoio da marca em todos e em qualquer momento, promovendo uma vida mais equilibrada”.

Esta nova aposta incorpora, ainda, a produção de embalagens mais ecológicas, com uma redução de 15% no uso de plástico em algumas das gamas.

“Este vai ser um dos momentos mais marcantes da marca. Sabemos que a alimentação é um dos pilares da longevidade e que existe uma grande pressão nas pessoas em relação à alimentação. O papel da Salutem vai ser determinante, pois tem como ambição ajudar, simplificar e retirar essa pressão. Há inclusivamente uma mudança do tom de voz da marca: leve e descontraído e com algum humor”, refere Catarina Batalha, diretora de marketing da Salutem.

Desde as suas primeiras farinhas à base de soja, a marca expandiu a variedade de opções alimentares, tendo atualmente cerca de 400 produtos no seu portefólio, produtos integrais, sem glúten, sem açúcar e biológicos. De entre estes, destacam-se as granolas e outros cereais, tortitas de milho e arroz sem glúten e outras bolachas, barras, chás, proteínas vegetais, sementes, farinhas, bem como vários ingredientes e suplementos.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Faturação da ElPozo Alimentación cresce 8,5%

A El Pozo Alimentación, que celebra este ano o seu 70º aniversário, fechou o exercício de 2023 com uma faturação de 1.804,3 milhões de euros, um crescimento de 8,5% face […]

Hipersuper
tagsElPozo

A El Pozo Alimentación, que celebra este ano o seu 70º aniversário, fechou o exercício de 2023 com uma faturação de 1.804,3 milhões de euros, um crescimento de 8,5% face ao ano anterior. Esta evolução resulta do posicionamento de marca e da inovação em produtos de elevado valor acrescentado, refere a empresa em comunicado.

A El Pozo Alimentación refere que investiu 76,5 milhões de euros, tanto em ativos tangíveis quanto intangíveis e  tem concentrado os seus esforços na investigação, formação e desenvolvimento dos seus produtos e marca.
Segundo a empresa, entre os lançamentos mais importantes estão a linha +Proteínas ElPozo Bienstar, com produtos fatiados e semicozidos ricos em proteínas, um segmento em crescimento, a La Croquetería, uma gama de empanados gourmet e a marca ElPozo KING UPP,  anunciada como a proposta mais jovem e inovadora da empresa.

Renovação

A marca ElPozo renovou a sua imagem com o rebranding da sua linha mais artesanal, ElPozo 1954, incluindo um novo logótipo, designs, formatos e uma nova campanha de comunicação com a banda murciana Viva Suecia. A lista de embaixadores da empresa, que já incluía o tenista Carlos Alcaraz, foi ampliada com José Coronado para o Legado Ibérico e Olga Carmona para a ElPozo Bienstar.

A empresa, integrada na holding Grupo Fuertes,  lembra que realizou vários projetos de infraestruturas, entre os quais se destacam a implementação de uma unidade de biotecnologia, a construção de um parque fotovoltaico para autoconsumo elétrico e a criação de um novo centro de congelação de carne.

Exportação

A ElPozo, que encerrou o exercício de 2023 com uma equipa média de 5.159 pessoas, está presente em mais de 80 países e tem como objetivo continuar a aumentar a sua quota de exportações, consolidando a sua presença nas áreas geográficas com mais potencial, tendo alcançado este ano um volume de negócios no estrangeiro de cerca de 20 por cento da sua faturação.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Bebidas

Douro Wine City celebra o melhor da região vinícola demarcada mais antiga do mundo

O melhor da região vai estar em prova no Douro Wine City até 10 de junho, no Auditório Municipal (AUDIR), no Peso da Régua. O evento, que celebra o vinho da região vinícola demarcada mais antiga do mundo, é organizado pelo município do Peso da Régua, com produção Essência Company.

Hipersuper

O melhor da região vai estar em prova no Douro Wine City até 10 de junho, no Auditório Municipal (AUDIR), no Peso da Régua. O evento, que celebra o vinho da região vinícola demarcada mais antiga do mundo, é organizado pelo município do Peso da Régua, com produção Essência Company.

O programa, que se iniciou esta sexta-feira, convida o público a participar em showcookings de conceituados chefes de cozinha, degustações, e a aprofundar conhecimentos nas ‘Conversas sobre o Vinho’, com Manuel Moreira, sommelier e crítico de vinhos, bem como nas provas de mais de uma centena de produtores de vinho e de produtos regionais presentes no evento.

Criando momentos de partilha e experiência, os diversos showcookings serão realizados nos dias 8, 9 e 10 de junho, às 19h, começando, no sábado, dia 8 de junho, com o chef André Carmo, restaurante Val Moreira, Hotel Vila Galé Douro Vineyards, secundado no dia 9 de junho por Maria do Céu, doceira da região e no dia 10 de junho, com a apresentação do chef Carlos Pires, da The Wine House, Quinta da Pacheca.

No sábado, 8 de junho, a primeira ‘Conversa sobre o Vinho’ mostrará como ‘Duas centenas de castas, algumas são o pilar dos mais prestigiados vinhos do Douro’, às 17h30, e na segunda conversa, às 19h, Manuel Moreira mostrará como ‘O Vinho do Porto Tawny, uma combinação de arte e sensibilidade à prova do tempo’.

No domingo, dia 9 de junho, o convite será ‘Se adora vinho e acha que não sabe provar? Não se acanhe e venha daí’, às 17h30, e o público será convidado por uma viagem na segunda Conversa sobre o Vinho ‘Montanha, vales, encostas, xisto, planaltos, tudo isto é Douro! Tudo isto é Terroir! Descubra alguns vinhos de terroir!’, às 19h.

No Dia de Portugal, segunda-feira, 10 de junho, a conversa gira em torno de ‘A altitude dos vinhos do Douro, descobrir o que os torna únicos’, às 17h30, e a segunda, às 19h, afirma que ‘Douro é origem de grandes vinhos! Os detalhes que fazem a diferença!’.

O evento é de entrada livre, com o horário da restauração e animação a funcionar entre as 16h e as 24h, já os expositores funcionarão entre as 16h e as 20h. A participação nas Conversas Sobre o Vinho e nos Showcooking têm lugares limitados, com inscrição no local.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Panificadora Costa & Ferreira lança Pão de Forma de Milho com Grãos Germinados

A Panificadora Costa & Ferreira acaba de lançar o novo Pão de Forma de Milho com Grãos Germinados, de 530g que já está disponível nas lojas Pingo Doce. Rico em fibra […]

Hipersuper

A Panificadora Costa & Ferreira acaba de lançar o novo Pão de Forma de Milho com Grãos Germinados, de 530g que já está disponível nas lojas Pingo Doce.

Rico em fibra e, por isso, uma ótima opção para uma alimentação equilibrada, este novo pão é fabricado com ingredientes de alta qualidade, a partir de uma combinação de farinhas de milho, trigo e centeio. Tem um toque especial graças à adição de grãos germinados, que facilitam a digestão e são uma boa fonte de proteínas, vitaminas e minerais, apresenta a Panificadora Costa & Ferreira que amplia o seu portfólio de produtos, após o incêndio sofrido no início de abril que destruiu parte da fábrica, situada no Alto da Serra, em Rio Maior.

Em formato retangular e à semelhança dos outros produtos da produtora portuguesa, também esta novidade é produzida com matérias-primas nacionais e sem adição de corantes e conservantes, sendo 100% natural e clean label.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Nobre

Nobre

Alimentar

Nobre lança Fatias Vegetarianas com sabor a Frango

A Nobre acaba de apresentar ao mercado uma nova aposta na gama Nobre Vegalia: as Fatias Vegetarianas com sabor a Frango são a mais recente novidade neste segmento e vêm […]

Hipersuper

A Nobre acaba de apresentar ao mercado uma nova aposta na gama Nobre Vegalia: as Fatias Vegetarianas com sabor a Frango são a mais recente novidade neste segmento e vêm reforçar a oferta de produtos para os consumidores que procuram ter uma alimentação diversificada.

Os portugueses têm assim uma nova alternativa deliciosa de origem vegetal com alto teor de proteína e de fibra. Uma opção que pode ser integrada em diferentes momentos e refeições, com todo o sabor a frango, mas com 0% de carne, sublinha a marca.

“Sabemos que há uma procura crescente pelos produtos com proteína de base vegetal, confirmando a preocupação dos portugueses com uma alimentação mais diversa e equilibrada. É por isso que, enquanto marca que procura estar nas mesas de todos os portugueses, vamos continuar a investir na inovação de forma a apresentar soluções que respondam às necessidades de todos. Continuamos empenhados em reforçar as nossas ofertas vegetarianas, mantendo a qualidade que nos distingue e o sabor que cativa os consumidores, desde sempre”, sublinha Lia Oliveira, diretora de marketing e comunicação externa da Nobre, em comunicado.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Knorr com nova campanha

Cândido Costa é o protagonista da nova campanha da marca Knorr. O ex-internacional português estreia-se como cantor e cozinheiro com a ajuda do “caldinho”. “Knorr revê-se na atitude e letra […]

Hipersuper

Cândido Costa é o protagonista da nova campanha da marca Knorr. O ex-internacional português estreia-se como cantor e cozinheiro com a ajuda do “caldinho”.

“Knorr revê-se na atitude e letra da música ‘Atira-te ao Caldinho’ e viu nela uma oportunidade de inspirar os portugueses a juntar um caldo Knorr a todos os seus pratos de arroz e sopas” refere a marca em comunicado.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Lulas Limpas Pescanova 450g numa embalagem “prática para as famílias”

A Pescanova apresenta as Lulas Limpas 450g numa embalagem “prática para as famílias portuguesas”. As lulas, pertencentes à família dos cefalópodes, são amplamente apreciadas na gastronomia portuguesa e oferecem inúmeras […]

Hipersuper

A Pescanova apresenta as Lulas Limpas 450g numa embalagem “prática para as famílias portuguesas”.

As lulas, pertencentes à família dos cefalópodes, são amplamente apreciadas na gastronomia portuguesa e oferecem inúmeras possibilidades culinárias, desde entradas a pratos principais.

As lulas limpas da Pescanova vêm limpas e prontas a cozinhar, embaladas a vácuo e ultracongeladas rapidamente. “Ricas em proteínas, minerais e vitaminas do complexo B”, as lulas limpas são apresentadas ainda como um produto “baixo em gordura, tornando-se uma excelente opção para quem procura manter uma dieta equilibrada e nutritiva”.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Bebidas

ECO lança nova garrafa reutilizável de 0.65L

A ECO acaba de lançar a sua nova garrafa reutilizável de 0.65L. A cantora Carolina Deslandes foi escolhida para dar a conhecer esta novidade fazendo, não o seu unboxing, mas sim […]

Hipersuper
tagseco

A ECO acaba de lançar a sua nova garrafa reutilizável de 0.65L.

A cantora Carolina Deslandes foi escolhida para dar a conhecer esta novidade fazendo, não o seu unboxing, mas sim o seu unbottling. De uma forma divertida e descontraída, apresenta todos os formatos – do garrafão de 6L, às garrafas de 3L e de 1.5L – até chegar à nova garrafa de 0.65L, “mais pequena e prática para levar para todo o lado e, porque é reutilizável e enchida nas Fontes ECO, mais leve para o Planeta”.

A nova garrafa reutilizável ECO veio reforçar o portefólio da marca, no seguimento de vários pedidos de clientes por um formato mais pequeno e fácil de transportar, acrescenta a marca.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

FMCG

Plataforma da Central de Cervejas utiliza IA para atender clientes 24 horas por dia

A Novadis, empresa de comercialização e distribuição da Central de Cervejas e Bebidas (SCC), acaba de disponibilizar para todos os seus clientes em Portugal o eazle, um portal e app de e-commerce B2B com recurso a inteligência artificial,

Hipersuper

A Novadis, empresa de comercialização e distribuição da Central de Cervejas e Bebidas (SCC), acaba de disponibilizar aos seus clientes em Portugal o eazle, um portal e app de e-commerce B2B com recurso a inteligência artificial, que possibilita aos clientes do canal horeca, o acesso a diversos serviços e funcionalidades 24h/7dias.

Desenvolvido pelo grupo Heineken, do qual a Central de Cervejas faz parte, o eazle “tem foco na digitalização na interação com os clientes e recorre à inteligência artificial para facilitar o seu quotidiano, melhorando a eficiência operacional”, explica a SCC. O eazle é já uma das maiores plataformas de e-commerce do mundo e tem como objetivo elevar a experiência de compra dos clientes e aumentar a competitividade no mercado.

Iniciado em 2023, o projeto da plataforma já alcançou “mais de 12.000 clientes do horeca em Portugal, com as vendas online a representarem mais de metade da faturação total da Novadis”, informa a SCC, acrescentando que a meta para 2024 é aumentar o número de clientes com acesso a este novo canal.

Obter informação sobre o negócio, de forma imediata e autónoma, ter acesso ao portfólio atualizado de marcas e produtos, colocar e acompanhar encomendas, consultar preços, promoções e a conta corrente são algumas das funcionalidades que a nova plataforma oferece, 24h por dia, sete dias por semana, no portal ou através da app.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

FMCG

Nivea reforça compromisso com a sustentabilidade

No âmbito do Dia Mundial do Ambiente, a Nivea fortalece o seu compromisso com a preservação ambiental e a responsabilidade social. Em 2024, a marca recriou a icónica lata azul […]

Hipersuper

No âmbito do Dia Mundial do Ambiente, a Nivea fortalece o seu compromisso com a preservação ambiental e a responsabilidade social.

Em 2024, a marca recriou a icónica lata azul de Nivea Creme, tornando-a numa embalagem mais sustentável. Composta por 80% de alumínio reciclado, a nova embalagem representa um marco na jornada sustentável NIVEA.

A marca da Beiersdorf  também reconhece a importância de proteger os oceanos. Todos os protetores solares têm uma fórmula que respeita os oceanos, livre de Filtros UV Octinoxate, Oxybenzone e Octocrylene.

Desde 2020, a Beiersdorf comprometeu-se a reduzir as emissões de CO2 em 30% até 2025, já tendo alcançado uma redução de 17% até o final de 2022. Essa redução foi obtida através de colaborações com fornecedores e melhorias em fórmulas e embalagens de produtos.

Care Beyond Skin Day reforça compromisso

Em 2023, a Beiersdorf reforçou o compromisso a sustentabilidade a partir da inauguração do Care Beyond Skin Day. Este projeto representa um dia de voluntariado global, com a finalidade de promover o compromisso de agenda de sustentabilidade da empresa a nível social e ambiental.

Ao longo do dia, mais de 20 mil colaboradores, situados em qualquer parte do mundo, participaram em atividades voluntárias, em parceria com organizações não governamentais locais.
Em Portugal, a Beiersdorf promoveu uma ação de voluntariado de limpeza de praias na Lagoa de Óbidos, com o apoio da Ocean Patrol, uma iniciativa que envolveu um total de 65 colaboradores e a recolha de 104 kg de lixo.

O compromisso da empresa com a sustentabilidade foi reconhecido pelo Carbon Disclosure Project (CDP) com a classificação “Triplo-A”, devido ao esforço e apoio na proteção do clima, água e florestas, sendo uma das 13 empresas no mundo a receber essa distinção em 2023.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Hipersuper. Todos os direitos reservados.