FMCG Homepage Newsletter

Produção de azeite em Portugal recua 36,4%

Por a 29 de Dezembro de 2017 as 15:16
olive-oil-926827

Depois de ter alcançado em 2015/2016 a terceira maior produção dos últimos 100 anos (109 052 toneladas), a produção de azeite em Portugal recuou 36,4% na campanha 2016/2017 (69 300 toneladas) devido à seca*

O impacto das condições meteorológicas na produção de azeitona não se fez sentir apenas em Portugal. O Conselho Oleícola Internacional (International Olive Council) prevê uma quebra de 20% na produção mundial, que afeta os maiores produtores mundiais (Espanha, Grécia, Itália e Tunísia). Também em Portugal a região mais afetada é a que mais produz azeite. O Alentejo perdeu cerca de 30 mil toneladas face à campanha do ano passado.

O azeite está presente em 78% dos lares nacionais. As vendas deste produto no canal alimentar alcançaram 153, 3 milhões de euros até setembro, face aos 12 meses anteriores, segundo os mais recentes dados da consultora Nielsen. Os preços estão em curva ascendente em função da diminuição da oferta e há menos quantidade vendida. No período de referência, o volume de vendas caiu 4% para 34,9 milhões de litros. Os lares portugueses deslocam-se em média nove vezes ao supermercado para adquirir este produto e em cada ato de compra despendem cerca de cinco euros.

*Texto publicado originalmente, como parte do Especial Vinagre e Azeite, na edição impressa de dezembro. Leia gratuitamente a versão digital aqui

Leia também: Especial Azeite: produção e consumo, por Mariana de Matos (Casa do Azeite)

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *