Destaque Destaque Homepage Homepage Logística Newsletter

Arranca em Lisboa projeto-piloto dos CTT para recolha de compras online em cacifos

Por a 6 de Novembro de 2017 as 21:20
Sem Título

Os CTT – Correios de Portugal iniciam esta semana um projeto-piloto de levantamento de encomendas de ecommerce através de cacifos automáticos.

A inciativa arranca em Lisboa, onde os primeiros cacifos já se encontram instalados em cinco locais de “elevada circulação”: parque de estacionamento dos Restauradores, centro comercial Atrium Saldanha, estação de comboios de Entrecampos, estação de serviço Galp da segunda-circular (sentido Sul-Norte, saída Prior Velho) e o edifício-sede dos CTT, no Parque das Nações.

O serviço de “Parcel Lockers” começa a funcionar na próxima sexta-feira (dia 10 de novembro), dia escolhido pelos CTT para apresentar ao público a sua mais recente oferta, uma vez que se assinala o “Ecommerce Day”, justifica em nota de imprensa. A conferência realiza-se na manhã de sexta na Fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa.

O projeto-piloto terá a duração de um ano, ao longo do qual “serão lançadas outras funcionalidades”, podendo “depois ser estendido a mais localizações e a outras cidades do País”, equaciona a empresa lusa.

Para já, os negócios de ecommerce vão poder oferecer aos clientes a opção de receber as suas encomendas através de cacifos. Ao optar por este sistema, o consumidor escolhe a localização mais conveniente  e recebe uma mensagem de texto com o número de cacifo onde a encomenda se encontra e um PIN secreto para o abrir. Todo o processo é automatizado e gerido por um sistema de reserva integrado nas operações dos CTT”.

“Este projeto-piloto surge como resposta a uma crescente necessidade manifestada pelos clientes de conveniência de local e horário na receção de objetos resultantes das compras eletrónicas, nomeadamente em horário pós-laboral”, explica a operadora.

As entregas de encomendas através de cacifos vêm reforçar a oferta do segmento “e-segue”, negócio de transporte expresso da empresa, que passa assim a oferecer a possibilidade de recolher encomendas até 24 horas por dia, em todos os dias da semana. Atualmente, os Correiros de Portugal oferecem a entrega ao domicílio e mais de mil pontos espalhados pelo País, entre lojas próprias e de parceiros.

Em 2016, os CTT transportaram 780,2 milhões de objetos de correio endereçado, a que se juntam 497,8 milhões em correio não endereçado e 26,9 milhões de correio expresso e encomendas (14,6 milhões em Portugal e 12,3 milhões em Espanha). A empresa obtive um resultado líquido de 62,2 milhões de euros no ano transato.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *