Distribuição Homepage Newsletter

Três perguntas a… Pedro Bruno, diretor Comercial de Marcas Próprias da Sonae MC

Por a 27 de Outubro de 2017 as 12:42
Pedro Bruno (Marcas Próprias)

Excerto da entrevista feita pelo HIPERSUPER a Pedro Bruno, diretor Comercial de Marcas Próprias da Sonae MC (na imagem)*

1.       Que balanço faz da prestação da marca própria do Continente desde o seu surgimento até hoje?

O balanço é muito positivo. A marca própria Continente conseguiu estabelecer o seu espaço e conquistar a preferência dos portugueses. Representa hoje 25 anos de trabalho na tentativa de responder da melhor forma às necessidades dos portugueses. Numa primeira fase, o foco era constituir uma oferta competitiva, à base de produtos essenciais para as famílias portugueses, mas à medida que os anos foram passando e as necessidades dos portugueses foram evoluindo, a marca foi-se ajustando, alargando a gama e estando agora muito mais focada na qualidade, diversidade e inovação dos produtos.

2.       Em que práticas nacionais ou internacionais se inspiraram para lançar a marca própria há 25 anos?

Apesar de há 25 anos existirem fora de Portugal operadores com alargadas gamas de marcas próprias, a nossa acabou por nascer a partir de objetivos definidos internamente. Pretendíamos continuar a fazer crescer a diferenciação das nossas lojas como um todo e acreditámos que alargar a oferta a partir de conjunto de produtos com a marca Continente, com qualidade, um packaging apelativo e uma proposta de valor atrativa, seria certamente uma mais-valia para os clientes e para a marca. O principal mote foi garantir qualidade ao melhor preço com uma insígnia que transmitisse credibilidade e em que o consumidor confiasse.

3.       Como avalia o trabalho de parceria desenvolvido pelo Continente junto dos produtores?

O trabalho junto dos nossos parceiros é constante. Começa no desenvolvimento de cada produto e nunca se esgota porque tentamos sempre melhorar e ajustar a oferta às necessidades do mercado. Para assegurarmos o devido controlo e qualidade dos produtos, estabelecemos, em conjunto com os produtores, cadernos de encargos exigentes e realizamos regularmente testes, cumprindo as melhores práticas de qualidade e segurança alimentar, que é sempre certificada por entidades independentes.

*A rubrica “Três perguntas a…” foi publicada originalmente na edição de outubro do HIPERSUPER, inserida num artigo sobre os 25 anos da marca própria Continente

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *