Distribuição Homepage Newsletter

Intensidade promocional mantém-se neste Regresso às Aulas

Por a 18 de Setembro de 2017 as 12:33
material

Pelo segundo ano consecutivo, a percentagem de consumidores portugueses com a intenção de utilizar os cartões de fidelização para pagar as despesas na época do Regresso às Aulas aumentou, fixando-se em 69%, segundo dados do Observador Cetelem. O valor sobe para 71%, considerando apenas as famílias com filhos em idade escolar e excluindo os estudantes em idade adulta. Com as lojas a transformarem-se em “one stop shops” (leia mais aqui – artigo premium), reunindo toda a oferta necessária para esta altura do ano, as estratégias em torno dos cartões são essenciais para captar todo o bolo do orçamento dispensado pelas famílias lusas. Outras das ferramentas passam pela oferta de “packs” de produtos, que os tornam mais atrativos. Conheça alguns dos mecanismos através dos quais os retalhistas preveem manter a intensidade promocional neste Regresso às Aulas:

Fnac

O “ponto forte” da Fnac são os “packs” de produtos, “negociados com meses de antecedência com os fornecedores para toda a multinacional francesa”. O que apresentar pacotes que garantem descontos até 24% em tecnologia, por exemplo. “A oferta é complementada com uma política de crédito sem juros para os aderentes ao cartão de fidelização e com uma campanha de adesão ao cartão”, explica ao HIPERSUPER Inês Condeço, diretora de Marketing da Fnac Portugal.

Além disso, este ano a retalhista desenvolveu, em parceria com a Microsoft, uma campanha específica para os “bons alunos”. A ação chama-se “Os 19 não caem do céu” e vai oferecer o valor do surface laptop daquela marca aos dez melhores alunos do 11º e 12º ano que se inscreverem na campanha.

Adicionalmente, os portugueses que comprem os manuais escolares na cadeia gozam de descontos em várias escolas de música, línguas, danças, entre outros espaços com os quais a Fnac firmou parceria. “Nos fóruns, teremos também uma série de workshops, aulas de música, de programação, de edição de vídeo, entre outros”.

Staples

Os clientes fidelizados à Staples através do cartão BIZ têm à disposição descontos exclusivos neste Regresso às Aulas. Os professores, por outro lado, auferem 25% de reembolso em todas as compras, através do cartão Prof +. A marca disponibiliza igualmente facilidades de pagamento a crédito, sem juros, durante toda a campanha, sendo que a novidade deste ano na cadeia passa pela compra online de livros escolares, com desconto direto de 10% e oferta de portes grátis.

El Corte Inglés

Os clientes da cadeia de grandes armazéns dispõem de um cartão promocional através do qual podem acumular, de 28 de julho a 30 de setembro, 10% do valor das suas compras em livros escolares, moda infantil, acessórios e sapataria infantil, equipamento desportivo e material escolar de papelaria, e como novidade este ano, numa seleção de brinquedos educativos. O valor acumulado poderá ser utilizado nas mesmas áreas até 15 de outubro.

Além disso, a distribuidora garante também financiamento até seis meses sem juros em compras efetuadas com o cartão de crédito El Corte Inglés.

Note!

Decorreu até dia 21 de agosto a campanha de reserva de manuais escolares, do 1º ao 12º ano, com desconto de 10% em Cartão Continente. Para encomendar, bastava que os clientes se dirigissem às lojas Note! para efetuar a reserva de manuais escolares, cujo levantamento pode ser feito nas lojas onde foi efetuada a encomenda.

Além disso, a insígnia, juntamente com o Continente, criou este ano uma parceria com a Book in Loop, na qual entre 15 de junho e 6 de agosto, os portugueses tiveram a oportunidade de deixar os manuais escolares usados, do 5º ao 12º ano, numa das lojas da cadeia, recebendo assim até 20% do seu valor em cartão Continente.

“As receitas da venda de produtos escolares têm evoluído de forma positiva, com crescimentos anuais na casa dos dois dígitos”, comenta Rosário Almeida, diretora comercial da Note!.

Firmo

Enquanto fornecedora e distribuidora grossista, na Firmo o Regresso às Aulas começa a ser preparado com muito mais antecedência, “nomeadamente a oferta para o canal tradicional. Oferecemos à Distribuição Moderna soluções chave-na-mão de expositores completos com todos os produtos componentes do chamado kit escolar, permitindo uma oferta global num único local. Esta estratégia revelou-se de grande sucesso”, explica Miguel Santos Carvalho, administrador da empresa que vindo a registar um “crescimento sustentado do gasto médio” por parte dos seus clientes, revendedores e grossistas.

No entanto, uma vez que a empresa tem como objetivo até ao próximo ano crescer dos atuais 35% para os 50% das encomendas efetuadas online oferece “promoções e descontos exclusivos no portal ‘Cashonline’ de forma a levar os clientes a optar por este canal e a potenciar as vendas próprias e dos clientes”.

*Este artigo faz parte do Especial Regresso às Aulas publicado na última edição impressa do HIPERSUPER

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *