Homepage Newsletter Produção

Bosch investe €1000 milhões em nova fábrica focada no mercado de IoT e mobilidade

Por a 20 de Junho de 2017 as 16:58
bosch_waferfab-reutlingen_062016_img_h720-6

A Bosch está a erguer em Dresden, na Alemanha, uma fábrica de sensores para dar resposta ao número crescente de aplicações com base na Internet das Coisas (IoT) e mobilidade. A nova unidade industrial representa um investimento de “mil milhões de euros” e permitirá criar cerca de 700 novos postos de trabalho. A construção deve estar concluída em  2019, estando previsto o arranque da produção para  2021.

Este é “o maior investimento isolado feito pela Bosch ao longo dos seus mais de 130 anos de história”, diz Volkmar Denner, presidente do Conselho de Administração da Robert Bosch GmbH.

A nova unidade visa produzir sensores com base em wafers de 12 polegadas, os quais oferecem “uma economia de escala”, explica em comunicado a tecnológica. O wafer é um disco de silício, que dá origem à produção de sensores semicondutores. “Quanto maior o seu diâmetro, mais sensores podem ser feitos por ciclo de produção. Em comparação com as fábricas convencionais de wafer de 6 e 8 polegadas, a produção com tecnologia de wafer de 12 polegadas garante resposta à crescente procura de semicondutores originada pela mobilidade conectada e aplicações relacionadas com casas e cidades inteligentes”.

De acordo com um estudo da PriceWaterhouseCoopers, citado pela produtora, o mercado global de semicondutores deverá aumentar mais de 5% anualmente até 2019, especialmente através dos setores de mobilidade e da IoT.

A nova fábrica situa-se na capital do Estado alemão da Saxónia, concretamente no “cluster” de microeletrónica de Dresden, no qual estão situados fornecedores e prestadores de serviços para o setor automóvel e universidades que oferecem conhecimentos tecnológicos.  A localização é estratégica também porque o Ministério da Economia e Energia alemão (BMWi) planeia apoiar a construção e o comissionamento da nova fábrica da Bosch naquela região, o que ainda está sujeito à aprovação da Comissão Europeia. A medida enquadra-se na iniciativa Digital Hub, com a qual o BMWi visa tornar Dresden num ecossistema da IoT.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *