Data Center Distribuição Homepage Newsletter

Jerónimo Martins inaugura no 3º trimestre novo centro logístico na Polónia

Por a 19 de Junho de 2017 as 18:09
biedronka

A Jerónimo Martins vai inaugurar no terceiro trimestre deste ano um novo centro logístico para a Biedronka, cadeia de supermercados gerida pela dona do Pingo Doce na Polónia.

O centro vai abrir entre julho e setembro na região ocidental do mercado polaco e terá 28 mil metros quadrados, explica o Dinheiro Vivo. Este que será o 16º centro de distribuição do grupo liderado por Pedro Soares dos Santos na Polónia permitirá criar um total de 250 postos de trabalho.

As vendas da cadeia alimentar Biedronka pesam 66,9% do total do volume de negócios da empresa, que detém ainda a insígnia Ara, na Colômbia. Em conjunto com o Pingo Doce, as operações nos três países geraram no ano transato vendas de 14,6 mil milhões de euros, uma subida de 6,5% face a 2015, dos quais 9781 milhões de euros (+9,5%) correspondem aos supermercados polacos. Com 2722 pontos de venda, a Biedronka detém atualmente uma quota de mercado “na ordem dos 20%” no retalho alimentar polaco, disse em fevereiro, por ocasião da apresentação dos resultados da Jerónimo Martins, o presidente Pedro Soares dos Santos.

O novo centro logístico faz parte do investimento de 400 milhões de euros que o grupo pretende direcionar em 2017 à Polónia, sendo este o mercado que recebe este ano a maior fatia do investimento global de 700 milhões de euros. A empresa prevê abrir 100 novas lojas Biedronka ao longo do ano corrente, tendo já inaugurado 11 no primeiro trimestre.

Além disso, segundo o jornal digital, dez milhões de euros do montante destinado ao mercado polaco será injetado na cadeia de “drugstores” Hebe. O valor subiu face aos seis milhões de euros depositados na Hebe pela Jerónimo Martins no ano de 2016, e será aplicado quase na totalidade à abertura de novas lojas.

A divisão de negócio Hebe apresentou em 2016 uma evolução homóloga de 22,2% em vendas para os 122 milhões de euros. A cadeia de saúde e bem-estar fechou o ano com mais 19 lojas que 2015, num total de 153 espaços. No primeiro trimestre deste ano, o parque de lojas alargou a sete novos espaços.

Em Portugal, por sua vez, o grupo prevê investir este ano 150 milhões de euros, parte do valor também se destinou a um centro logístico, o qual inaugurou recentemente em Alfena.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *