Data Center Homepage Newsletter

Análise comScore. O que procuram as mulheres nos sites de retalho?

Por a 8 de Março de 2017 as 18:12
Camila Fonseca, ComScore Portugal
Camila Fonseca, ComScore Portugal

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, recordamos a análise da ComScore sobre o comportamento das consumidoras no retalho digital, feita em exclusivo para o HIPERSUPER e publicada a 3 de novembro de 2016.

Por Camilla Fonseca, Sales Director da comScore Portugal 

Afinal, o que é que as mulheres procuram? Esta pode ser uma pergunta sem resposta única já que as mulheres são multifacetadas, mas é possível perceber por onde elas passaram e quais são alguns de seus interesses. O retalho digital apresenta-se entre estes interesses, com certo destaque.

O universo digital de mulheres em julho de 2016 corresponde a 2.576.409 visitantes únicas, se for considerado o ranking para desktops da comScore, com mulheres acima dos 15 anos, a visitar a internet de seus lares ou do trabalho (MMX Portugal, julho 2016, 15+). E deste total, 1.502.596 usuárias únicas visitaram pelo menos alguma propriedade da categoria retalho no mês correspondente. Isso faz com que a categoria esteja entre as 20 mais visitadas por elas e totalize 51 milhões de minutos (a gerar uma média de 6.5 minutos por visita), além de alcançar a marca de 7.827.186 visitas e, consequentemente, uma média de 5.2 visitas por visitante.

É natural que elas visitem a categoria, já que muitas delas são sempre caracterizadas pela pluralidade: são esposas, mães, filhas, cuidam do trabalho, da casa, da família, entre outros. Acabam, por isso, a serem responsáveis pela compra de muitos artigos, não necessariamente só para si. Desta forma, é preciso entender o que é que elas procuram dentro da categoria, conforme indica a Tabela 1, de categorias e subcategorias do Retalho.

GraficocomScore
A subcategoria de vestuário (Apparel) foi a categoria que elas mais visitaram. Na categoria é possível encontrar tanto as lojas exclusivas do ambiente digital, quanto às demais que também possuem lojas físicas. E como estamos a falar das visitas aos sítios, obviamente existe a hipótese de visita prévia aos sítios para a consulta de preços. Uma vez ciente dos preços (e possíveis saldos), a compra pode tornar-se mais acertada.

Tratando-se da mesma subcategoria do vestuário, é possível observar alguns dos sítios mais visitados pelas mulheres, conforme apresenta a tabela 2.

Tabela 2

Tabela 2

No mês de julho de 2016 a mesma categoria bateu recorde, já que a média de minutos por visita chegou ao seu maior patamar dentro dos últimos 15 meses: 6,5 minutos. A subcategoria que contribuiu para esta marca é composta por sítios de fragrâncias e cosméticos.

É imperativo dizer que todas os sítios mencionados até o momento contemplam única e exclusivamente a audiência acima dos 15 anos observada em Portugal. Entretanto, é relevante mencionar também a empresa global de ecommerce Farfetch.com, que já alcança a marca de 1.956.976 usuários únicos no mês de julho de 2016, nos 44 países medidos pela comScore. Deste volume, 53,4% são mulheres e alguns países em destaque são Estados Unidos, Rússia, Brasil e Alemanha.

InfograficoCamilla

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *