Homepage Newsletter Produção

Bruxelas dá luz verde à rotulagem obrigatória de origem no leite português

Por a 24 de Janeiro de 2017 as 11:24
leite_pixabay

Portugal recebeu autorização da União Europeia (UE) para aprovar um diploma que torna obrigatório que o leite e os produtos lácteos tenham nas embalagens a menção de origem portuguesa, anunciou em Bruxelas o ministro da Agricultura, de acordo com a Lusa.

Segundo Capoulas Santos esta é “uma medida que o setor considera muito importante” para os consumidores portugueses optarem “de forma inequívoca” pelo leite produzido em Portugal quando estão no linear do supermercado.

Presente numa manifestação de produtores de leite, nas imediações da sede do Conselho da União Europeia, organizada pelo sindicato European Milk Board, o representante da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), José Gonçalves, reconheceu que se trata de “uma medida positiva”, mas defendeu que “não vai resolver o problema concreto de Portugal” e do setor, que continua a viver sucessivas crises desde que a União Europeia decidiu terminar com as quotas leiteiras.

Até agora, apenas um Estado-membro, França, tinha pedido e obtido idêntica autorização, tornando-se Portugal, “ao fim de cinco meses, o segundo Estado-membro a conseguir essa autorização”.

Em declarações a jornalistas no exterior do Conselho – onde manifestantes derramaram quilos de leite em pó, como forma de protesto por a Comissão estar a reintroduzir progressivamente no mercado toneladas de leite em pó que armazenou para tentar estabilizar os preços no setor -, o ministro Capoulas Santos admitiu que “a situação continua difícil para muitos produtores”, apesar do pacote de medidas adotado ao nível europeu e complementado, no caso português, com apoios nacionais.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *