Destaque Destaque Homepage FMCG Homepage Newsletter

As dicas da Unicer, Nacional, Amint e A2D Consulting para “repensar a sua marca”

Por a 24 de Janeiro de 2017 as 12:52
07

A celebrar seis anos de atividade, a Squadra levou a cabo na passada sexta-feira (20 de janeiro) o seu VI Fórum, desta vez dedicado ao tema “rethinking your brand”.

Tendo como objetivo impulsionar as estratégias das marcas, a conferência anual da consultora de marketing e vendas incidiu este ano sobre a transformação digital, a internacionalização e a automação de marketing e vendas.

No futuro, “vamos evoluir da internet das coisas para a internet das pessoas”, considera Alexandre Nilo Fonseca, presidente da Associação da Economia Digital em Portugal (ACEPI) e fundador da A2D Consulting, que discursou sobre “Digital Brands”. Segundo o responsável, “os consumidores procuram até dez fontes de informação antes de tomarem uma decisão”. Num momento em que “31% dos portugueses” compra online, “6% da população já faz marcações de consultas médicas pela internet”.

Assistimos assim a uma digitalização, não só do consumo mas também dos comportamentos dos indivíduos, à medida que os nativos digitais vão dominando o mercado. Daqui a três anos, em 2020, “os nativos digitais representarão já mais de 20% da força de trabalho”. De acordo com Alexandre Nilo Fonseca, estes caracterizam-se por “valorizarem mais a experiência do que a posse de algo, assim como apreciam o conforto do lar, a prática de desporto e a alimentação saudável”.

Por sua vez, Graça Borges, European Commercial Director da Unicer, interveio sob alçada do tema “New Markets”. A responsável pelas operações comerciais europeias da empresa de Leça do Balia enumerou os fatores críticos da marca nos mercados internacionais:

– “Ter parceiros que dinamizem a nossa marca e que nos permitam atuar de forma relevante e sustentada nos mercados alvo;

– Pensar global e agir local – a localização;

– Definir uma estratégia de RTM [Route to Market];

– Garantir suporte adequado em cada mercado a pessoas e processos e

– Não vender produtos, vender experiências”.

 João Paulo Rocha, diretor de Marketing do grupo Cerealis

João Paulo Rocha, diretor de Marketing do grupo Cerealis

Para falar sobre construção de marca, João Paulo Rocha, diretor de Marketing do grupo Cerealis, deu o exemplo do relançamento da centenária Nacional. “Quisemos reinventar a marca, assumindo-a com um posicionamento a 360º. Investimos para isso no conhecimento do consumidor. Uma marca tem de seduzir, expirar e recrutar e foi o que fizemos: recrutamos famílias portuguesas para partilharem as suas histórias com esta marca ‘made in Portugal’”.

Por fim, Óscar Palomar, diretor da consultora Amint, declarou o “market research morto. Hoje falamos de market intelligence”. E mesta área, as palavras-chave para as tendências são “conjoint analysis, etnografia, neuromarketing, big data/analysis, image engineering”.

Óscar Palomar, diretor da consultora Amint

Óscar Palomar, diretor da consultora Amint

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *