Destaque Destaque Homepage Distribuição Homepage Newsletter

Retalho português detém segunda maior queda na UE em novembro

Por a 9 de Janeiro de 2017 as 12:35
comercio

Portugal detém a segunda maior queda em vendas a retalho entre os países da União Europeia (UE) registada em novembro do ano passado, segundo os dados publicados na última sexta-feira pelo Eurostat.

O volume de vendas a retalho nos 28 países da UE variou 0,1% em novembro de 2016, comparando com o mês anterior (em outubro as vendas cresceram 1,3%). A Alemanha está no final da lista com o pior resultado obtido, com uma queda de 1,8% no volume de comércio a retalho, face a outubro. Segue-se Portugal e Áustria, ambos a registarem uma queda mensal de 1,3%. A Dinamarca ocupa o quarto lugar com um recuo de 0,3%. No sentido contrário estão Luxemburgo, com uma subida em cadeia de 6,2%, Estónia (1,7%), Roménia, Eslovénia e Eslováquia – os três com um crescimento assente nos 1,4% em novembro transato.

Por comparação anual, no mês em análise o comércio a retalho na UE cresceu 3,4%, em volume, relativamente a novembro de 2015. O que se deve ao impulso de 4,7% verificado nas vendas não alimentares, de 2,3% no que diz respeito ao combustível e de 2,1% nas vendas de alimentos, bebidas e tabaco. Luxemburgo (12,4%), Eslovénia (11,3%) e Roménia (9,5%) foram os países que mais cresceram em novembro de 2016 face ao mês homólogo do ano anterior. A Bélgia, por sua vez, situa-se no final da tabela com uma variação negativa de 0,2% em termos homólogos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *