Homepage Newsletter Ponto de Venda

Mais de metade dos britânicos pretende utilizar a biometria para autenticar pagamentos

Por a 19 de Setembro de 2016 as 12:48
biometria

Os britânicos depositam a sua confiança nos bancos em detrimento das agências governamentais relativamente à proteção dos seus dados biométricos, como impressões digitais e scans da retina, de acordo com um novo estudo da Visa. Os consumidores são quase duas vezes mais propensos a confiar em bancos para armazenar e manter segura a sua informação biométrica (60%) ao invés de confiar em agências governamentais (33%).

Quando questionados sobre em quem confiariam na disponibilização da autenticação biométrica como um serviço para confirmar a identidade, a maioria selecionou os bancos (85%) e redes de pagamento (81%) à frente de marcas globais online (70%) e de empresas de smartphones (64%). Este nível de confiança tem crescido nos últimos dois anos com um aumento de 20 pontos percentuais sobre os 65% em 2014, quando o estudo “Pagamentos Biométricos da Visa” foi realizado pela primeira vez.

Quase dois terços dos consumidores (64%) pretende utilizar a biometria como um método de autenticação de pagamento. “O crescimento da autenticação através de impressão digital nos pagamentos móveis tem vindo a revelar os benefícios da autenticação biométrica sendo que, por isso, 80% das pessoas entrevistadas afirmaram sentirem-se mais confortáveis com o reconhecimento de impressões digitais. A autenticação de impressão digital (88%) também é vista como a forma mais segura de pagamento, assumindo uma classificação mais elevada do que outras opções de autenticação biométrica como o scan da retina (83%) e o reconhecimento facial (65%)”, revela o estudo.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *