Data Center Homepage Newsletter

94% dos portugueses prefere comprar manuais escolares novos

Por a 24 de Agosto de 2016 as 11:37
Fonte: Observador Cetelem
Fonte: Observador Cetelem

94% dos portugueses prefere comprar livros escolares novos para o ano letivo 2016/17, de acordo com o recente estudo do Observador Cetelem.

O número de consumidores que este ano pensa recorrer a livros em segunda mão (19%) ou emprestados (18%) baixou face aos 33% e 27%, respetivamente, registados em 2015.

Para as famílias com filhos em idade escolar, a intenção de comprar manuais escolares novos é mais elevada, englobando 97% dos inquiridos. Entre os estudantes adultos, o número dos que pretendem adquirir os livros em segunda mão (49%) ou pedir emprestado a amigos e familiares (51%) “tem vindo a aumentar”, sublinha o estudo. “Esta é uma tendência que tem vindo a ser consolidada ao longo dos últimos anos, ainda que 81% também planeiem a compra de livros novos”.

“A maioria dos manuais para crianças e jovens são simultaneamente teóricos e práticos, com a resolução de exercícios no próprio manual. Isso dificulta a utilização por mais do que uma pessoa e justifica a preferência pelos livros novos. No caso dos adultos que estudam, a utilização dos livros é diferente e facilita a partilha ou o empréstimo do manual”, explica Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem.

A análise apurou ainda que mais de metade dos portugueses (54%) opta por comprar os livros escolares num momento diferente do restante material.

Este estudo tem por base uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, aos quais foi aplicado um questionário estruturado de perguntas fechadas. O inquérito foi aplicado em colaboração com a empresa de estudos de mercado Nielsen, entre os dias 13 e 18 de maio.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *