Distribuição Homepage Newsletter

Shrimp House abre no Forum Almada. Cadeia brasileira quer chegar às 27 lojas em Portugal até 2020

Por a 29 de Junho de 2016 as 12:52
shrimp

Abriu esta terça-feira, dia 28, o quarto espaço de restauração Shrimp House by Vivenda do Camarão em Portugal.

Depois dos centros Strada Outlet, Forum Sintra, Saldanha Residence, o Forum Alamda recebeu a nova insígnia detida pela Vivenda do Camarão, rede brasileira especializada em marisco com 160 lojas no país sul-americano.

A  loja do centro de Almada representa um investimento de 170 mil euros. No total, a cadeia investiu 600 mil euros nas quatro lojas portuguesas, prevendo atingir este ano um valor semelhante em faturação.

A rede de restauração atravessou o Oceano Atlântico e lançou-se este ano em Portugal tendo como objetivo “democratizar o consumo de marisco através de preços acessíveis” numa oferta que engloba entradas, petiscos, risotos, saladas, massas e grelhados. A entrada em território luso marca ainda a internacionalização da empresa na Europa, com marca Shrimp House, através da Castellaries Investimentos, que gere as atuais lojas nacionais.

Planeia abrir seis lojas em 2017 e outras 20 até 2020 em Portugal, privilegiando a expansão em centros comerciais e em regime de franchising. O investimento médio previsto é de 150 mil euros por loja. Os espaços têm entre 40 a 50 metros quadrados e contam com cerca de dez colaboradores.

“A marca tem diferenciais importantes como a qualidade dos seus produtos, preços imbatíveis devido à verticalização sem intermediários, experiência de décadas na área, certificações internacionais, reconhecimento de área técnica do mercado comum europeu e FDA americano, entre outros aspetos. Assim pretendemos construir juntamente com os nossos parceiros, cadeiras de franquia em toda a Europa, Ásia e continente americano”, explica Fernando Perri, presidente da marca.

Produzindo um milhão de refeições por mês, a Vivenda do Camarão é “a maior compradora de camarão da América Latina, processando mais de 3 000 toneladas de marisco”.

*Notícia atualizada às 15h10 do dia 29 de junho de 2016

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *