Análise Data Center Destaque Newsletter

Restauração perde 32% do seu valor em 5 anos

Por a 27 de Abril de 2015 as 17:31
restauracao

Restauração Amoreiras Shopping Center (3)O volume de negócios no sector português da restauração alcançou os 3600 milhões de euros em 2014, mais 1,1% face a 2013, ano em que se tinha verificado uma quebra de 6,3%, segundo o estudo Sectores Portugal “Restaurantes” publicado pela Informa D&B.

As previsões apontam para que o valor do mercado da restauração continue a aumentar a curto prazo, estimando-se no final de 2015 um valor de 3700 milhões de euros, mais 2,8% face a 2014.

“O crescimento registado em 2014 põe termo a uma trajetória de cinco anos consecutivos de quebras. Assim, entre 2008 e 2013, o sector da restauração perdeu 32% do seu valor devido ao forte corte da despesa das famílias e das empresas portuguesas e à intensa concorrência em preços existente no sector”.

Em 2013 operavam em Portugal 28 294 empresas gestoras de estabelecimentos de restauração, menos 3000 do que as existentes em 2008. Estas empresas geraram um volume de emprego de cerca de 113 000 trabalhadores em 2012, com uma média de quatro empregados por empresa.

Lisboa concentra o maior número de operadores, com pouco mais de 30% do total, seguida pelas zonas Norte e Centro, com 26% e 19% respectivamente. Na região do Algarve, localizam-se 13% do número total das empresas gestoras.

Os cinco principais operadores do sector por volume de negócios detinham em 2014 uma quota de mercado conjunta de 9%, enquanto a dos dez principais se situava nos 12%. No mercado de comida rápida, a concentração é superior, detendo as suas cinco principais empresas uma participação de 43%.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *