Edição digital
PUB
Distribuição

Metro ganha 12,5 vezes mais no trimestre

A venda dos activos da Real influenciaram os resultados no primeiro trimestre do exercício fiscal

Rita Gonçalves
Distribuição

Metro ganha 12,5 vezes mais no trimestre

A venda dos activos da Real influenciaram os resultados no primeiro trimestre do exercício fiscal

Rita Gonçalves
Sobre o autor
Rita Gonçalves
Artigos relacionados
Colheita das uvas Dona Uva arranca hoje
Alimentar
Equivalenza abre os dois primeiros pontos de venda próprios em Portugal
Retalho
Lindt & Sprüngli abre nova loja no Freeport Lisboa Fashion Outlet
Retalho
Auchan reforça combate ao desperdício alimentar
Retalho
Palletways Iberia renova certificação ISO 26000 CSR
Logística
AEP realiza missão empresarial aos EUA
Exportação
Campanha da Cruz Vermelha com insígnias alimentares permitiu dar 600 mil refeições
Retalho
Lusocargo anuncia parceria com operador logístico dos Países Baixos
Logística
Nova loja Bricomarché em Estarreja
Retalho
Manteigaria celebra 10 anos
Alimentar

O grupo Metro alcançou lucros líquidos de 451 milhões de euros no primeiro trimestre do exercício fiscal, 12,5 vezes mais do que no período homólogo.

A cadeia de distribuição alemã, dona da Makro e da Media Markt, entre outras insígnias, diminuiu, no entanto, as vendas em 3,3% para 18.721 milhões de euros.

A performance das vendas deve-se sobretudo aos efeitos negativos do câmbio de algumas divisas, assim como à venda das actividades da Real na Rússia, Roménia e Ucrânia, mas também à retirada da Media Markt da China, explica o grupo em declarações ao Europa Press. Excluindo as modificações no portefólio e o efeito do câmbio, as vendas aumentaram 1,1% no mesmo período.

A divisão de cash& carry, a que pertence a divisão portuguesa da Makro, caiu 1,1% face ao período homólogo.

Para o actual exercício, o grupo prevê um ligeiro aumento das vendas, exlcuíndo o efeito do câmbio das dividas.

Sobre o autorRita Gonçalves

Rita Gonçalves

Artigos relacionados
PUB
Alimentar

Colheita das uvas Dona Uva arranca hoje

Começa esta segunda-feira a colheita das uvas de mesa Dona Uva, produzidas nas regiões do Ribatejo, Oeste e Alentejo. A campanha arranca com o mote “O que é que a […]

Começa esta segunda-feira a colheita das uvas de mesa Dona Uva, produzidas nas regiões do Ribatejo, Oeste e Alentejo. A campanha arranca com o mote “O que é que a Dona Uva tem?”.

Produzidas em cerca de 190 hectares, a colheita deste ano deverá estender-se até novembro. “Deverá”, pois o respeito pelos ritmos da natureza faz parte do ADN da Frutalmente e motivo pelo qual está sempre dependente das condições climatéricas. Ainda assim, está prevista uma produção de 3,5 milhões de quilos para este ano, sublinha a organização que detém a marca Dona Uva.

Para esta campanha “foi feito um investimento para renovar as áreas de produção, tanto de uva com grainha, como de uva sem grainha”, revela Mário Rodrigues, diretor executivo da Frutalmente. “Dos 190 hectares, 60 hectares são de uva sem grainha e os restantes 130 com grainha”, acrescenta.

Cardinal, Red Globe, Vitória, Michele Palieri e Dona Maria são as variedades com grainha. Crimson Seedless, Regal, Sugraone, Arra15, Arra19, Arra30 e Arra32 são as variedades de uva de mesa sem grainha. “A Dona Uva está em quase todas as grandes superfícies no mercado nacional e todas estas variedades têm o seu espaço, pois chegam às prateleiras em alturas distintas, o que permite ao consumidor português, que valoriza muito a uva de mesa, tê-la durante um largo período de tempo”, explica Mário Rodrigues.

Soluções mais sustentáveis

A Dona Uva tem vindo a apostar, gradualmente, na adaptação do seu packaging a soluções mais sustentáveis. Exemplo disso foi o lançamento, no ano passado, da cuvette em cartão e, este ano, vai começar a substituir os sacos de plástico por uma solução em sacos de cartão.

As uvas são também colhidas à mão e produzidas no sistema Y, em que os cachos crescem em troncos mais altos. Isto permite aumentar a produção e a rentabilidade da colheita. A par disso, 40% da produção é feita em sequeiro, ou seja, sem necessidade de abastecimento de água artificial.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Equivalenza abre os dois primeiros pontos de venda próprios em Portugal

A Equivalenza conta mais com mais de 90 lojas franchisadas em Portugal. Agora abre dois pontos de venda próprios.

A Equivalenza reforça a sua estratégia de expansão em Portugal com a abertura dos dois primeiros pontos de venda próprios no Centro Comercial Parque Nascente, no Grande Porto, e no Centro Comercial BragaParque, em Braga. Recorde-se que os restantes cerca de 90 pontos de venda da marca são lojas franchisadas.

A marca de Barcelona regressa a estes centros comerciais, onde já teve presença no passado, apresentando-se num novo modelo de mall model – com espaços que oferecem um visual mais moderno, colorido e interativo, potenciando a proximidade com o cliente final e dando destaque ao perfume, numa perspetiva “Back to Basics”.

“Procuramos aproximar-nos da origem do nosso produto principal que é o perfume e, portanto, o objetivo é a simplificação da exposição, dando prioridade e força às categorias que temos. Queremos que o cliente possa interagir e testar o perfume facilmente. Ter uma área de inspiração ampla onde pode complementar o perfume através da experiência. Nos cantos potencializamos o gifting”, explica Luisa Suarez, Global In-Store Manager da Equivalenza.

Para além da estreia da Equivalenza com pontos de venda próprios, a marca espanhola prevê reabrir ainda no mês de julho no C.C. LeiriaShopping, importante ponto de venda da marca, pelas mãos de um novo franchisado, já detentor de outras lojas da marca nos arquipélagos dos Açores e da Madeira. Estas três reaberturas, duas delas pela mão da insígnia espanhola, integram-se numa estratégia de reforço de posições no território português no primeiro semestre do ano pela insígnia espanhola, com mais de 10 aberturas e reaberturas.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Lindt & Sprüngli abre nova loja no Freeport Lisboa Fashion Outlet

A marca de chocolates suíça Lindt & Sprüngli abriu a sua segunda loja em Lisboa. Localizada no Freeport Lisboa Fashion Outlet, a abertura assinala um marco importante no compromisso da empresa em reafirmar a sua presença no mercado português.

“Estamos entusiasmados por continuar a crescer no mercado português e especialmente, tão perto da capital. Na nossa loja outlet, não só oferecemos os deliciosos chocolates elaborados pelos nossos Mestres Chocolateiros Lindt, mas também proporcionamos uma experiência de compra única que só pode ser vivida nas nossas lojas, onde é possível encontrar uma grande variedade de produtos, como por exemplo, a Crema Gelata, ou as Cold Drinks, perfeitas para este momento do ano”, afirma Marcos Ponce, diretor da Lindt & Sprüngli em Portugal e Espanha.

Na nova loja, que conta com uma área de 70m2, os clientes podem encontrar a ilha Pick&Mix que exibe a mais ampla variedade de bombons Lindt, com mais de 40 sabores diferentes, como a gama Lindor ou Roulette. Além disso, a nova boutique apresenta o “Chocolate Bar”, um espaço que permite degustar a Crema Gelata e as requintadas Cold Drinks, preparadas no momento com a qualidade incomparável da Lindt.

Com esta abertura, a Lindt & Sprüngli conta agora com quatro lojas próprias em Portugal: duas em Lisboa e duas no Porto, elevando para 28 o número total de lojas Lindt & Sprüngli na Península Ibérica.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Auchan reforça combate ao desperdício alimentar

Produtos perto do fim do prazo de validade ganham espaço destacado nas lojas Auchan.

Desde janeiro que a Auchan colocou em prática o projeto piloto de reservar espaços em loja para os produtos que se aproximam do fim do prazo de validade.

Nestes espaços, devidamente identificados, estão expostos todos os artigos alimentares com data de validade próxima do fim e de venda em livre serviço. A oferta é diversificada, sublinha a retalhista em comunicado, e os consumidores podem encontrar produtos como iogurtes, saladas, refeições, carne e peixe embalado e ainda produtos de queijaria, charcutaria e produtos de mercearia. No que diz respeito ao preço, as reduções podem ir até aos 50%.

Com a implementação deste projeto, a Auchan reforça o seu objetivo de “preservar o planeta e promover hábitos de consumo mais sustentáveis nos lares portugueses”.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Logística

Palletways Iberia renova certificação ISO 26000 CSR

A Palletways Iberia renovou pelo sexto ano consecutivo a certificação ISO 26000 CSR, reafirmando o compromisso com a consciência solidária, o respeito pelo ambiente e o combate às desigualdades sociais. 

Hipersuper

Em comunicado, a Palletways Iberia reafirma estar empenhada em ser um negócio sustentável, expressando este compromisso com a sociedade desde as suas origens através de diversas ações de Responsabilidade Social Corporativa (RSE) e alinhando as suas iniciativas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pelas Nações Unidas na Agenda 2030. Tudo isto levou à renovação da certificação da empresa com a prestigiada norma ISO 26000, conquista que se mantém desde 2018.

“Somos uma empresa profundamente comprometida com a sustentabilidade e a responsabilidade social. Por isso, para toda a equipa da Palletways, esta certificação representa orgulho e uma forma de retribuir à sociedade o que ela nos dá”, refere José Hernández, diretor de operações da Palletways Iberia, que antecipa os próximos desafios da empresa em termos de RSE: “o nosso objetivo é continuar a caminhar dia após dia para uma maior sustentabilidade, promovendo tanto o nosso compromisso social como o de todos os que fazem parte da Palletways Iberia.

“Estamos a realizar uma análise de materialidade e procuramos intensificar o nosso apoio aos grupos menos favorecidos, bem como melhorar a gestão dos nossos recursos para reduzir o impacto ambiental e a nossa pegada de carbono.”, acrescenta.

A certificação com a norma ISO 26000 representa para a Palletways Iberia  a consolidação de um projeto que reconhece os objetivos de sustentabilidade enraizados nos seus valores e na sua responsabilidade para com o ambiente e os grupos de interesse da sociedade.

Este selo junta-se a outros como a ISO 9001:2015: Sistema de Gestão da Qualidade; ISO 45001:2018: Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho; ISO 14064-1:2012: Pegada de Carbono. Da mesma forma, recebeu recentemente o prémio Lean & Green, liderado em Espanha pela AECOC, por ter reduzido a sua pegada de carbono em 20% nos últimos 5 anos e por se ter comprometido a fazê-lo novamente nos próximos cinco anos.

“Estas certificações confirmam que a Palletways Iberia assenta os seus alicerces num rigoroso controlo de processos e num elevado padrão de exigência, colocando-a como uma referência de excelência no sector”, conclui Hernández.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Exportação

AEP realiza missão empresarial aos EUA

A AEP está a acompanhar, entre 14 e 19 de julho, uma missão empresarial aos Estados Unidos da América, concretamente às cidades Nova Iorque e Boston.

Hipersuper

Inserida no âmbito do Projeto BOW (Business on the Way), a quinta missão empresarial da Associação Empresarial de Portugal (AEP) aos EUA conta com a participação de seis empresas portuguesas que terão a oportunidade “de compreender as necessidades emergentes do mercado norte-americano e identificar as diversas oportunidades oferecidas pelo país em vários setores de atividade”, adianta a organização num comunicado. No âmbito da missão empresarial, as empresas vão poder estabelecer contatos com entidades institucionais e empresas locais através de reuniões agendadas em Nova Iorque e Boston.

“Com uma economia sofisticada, competitiva e aberta ao exterior, os EUA são o principal importador e o segundo maior exportador mundial. O país possui ainda um mercado interno com forte poder de consumo e um elevado nível de vida, oferecendo vastas oportunidades para as empresas portuguesas”, considera Luís Miguel Ribeiro, presidente do conselho de administração da AEP, citado no comunicado.

AS empresas que integram esta missão são a Têxteis Domingos Almeida (têxteis-lar), Dune Bleue (criação, desenvolvimento e comercialização de meias técnicas), Fábrica de Tecidos do Carvalho (têxteis-lar), Mindol II (colchões), Void Software (Desenvolvimento de software e consultoria) e Cerâmica da Borralheira (indústria de cerâmica).

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), os EUA foram o quarto cliente das exportações portuguesas de bens em 2023, com uma quota de 6,8%, ocupando a 9ª posição ao nível das importações (2,1%). Ao longo do período 2019-2023, verificou-se um crescimento médio anual das exportações de 16,7% e de 21,2% nas importações. A balança comercial de bens foi favorável a Portugal, tendo apresentado um excedente de 2 983 milhões de euros em 2023.

Segundo a AIP, em 2023, o projeto BOW promoveu a participação de mais de 200 empresas em 27 ações, entre feiras internacionais e missões empresariais, em 23 mercados distintos.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Campanha da Cruz Vermelha com insígnias alimentares permitiu dar 600 mil refeições

Pingo Doce, El Corte Inglés, Auchan, Mercadona e E.Leclerc são parceiros da iniciativa campanha Vale +

Hipersuper

Desde o lançamento, em 2021, a campanha Vale + da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) já permitiu doar 600 mil refeições a quem mais precisa.

A campanha está de regresso a 597 grandes superfícies de todo o país, entre 12 e 26 de julho, e tem como parceiros as insígnias Pingo Doce, El Corte Inglés, Auchan, Mercadona e E.Leclerc.

Neste período, será possível realizar uma doação em caixa, através da aquisição de vales monetários ou alimentares, que se traduzem em arroz, atum, esparguete, grão-de-bico e salsichas.

Nos fins de semana de 13 e 14, 20 e 21 de julho, realizam-se recolhas de bens de primeira necessidade em loja, com a presença de voluntários.

Na primeira campanha de 2024, realizada em março, o valor angariado tanto em vales como em produtos permitiu à CVP doar o equivalente a quase 149 mil refeições.

A Cruz Vermelha Portuguesa está presente em todo o território nacional, onde desenvolve programas sociais que proporcionam refeições dignas e equilibradas, auxiliando no pagamento de despesas básicas, como rendas de casa, luz, água e até despesas médicas.

“A Cruz Vermelha tem a ambição de fazer mais por todos, para construir um futuro mais digno e humano. Esta nova campanha do Vale + vai permitir reforçar a nossa capacidade de respostas sociais no terreno a famílias em situação vulnerável, pessoas em situação de sem abrigo, migrantes e refugiados”, explica o presidente da CVP, António Saraiva, apelando à participação de todos.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Logística

Lusocargo anuncia parceria com operador logístico dos Países Baixos

A parceria vai permitir uma entrega mais frequente e fiável das mercadorias entre ambas as geografias europeias, destaca a Lusocargo.

Hipersuper

A Lusocargo criou uma parceria estratégica internacional com a empresa neerlandesa Van Duuren, que vai permitir ligar diretamente Portugal a todos os pontos dos Países Baixos.

“Esta novidade permite agora oferecer serviços logísticos e de transporte otimizados, assegurando uma entrega mais frequente e fiável das mercadorias entre ambas as geografias europeias”, destaca a empresa portuguesa num comunicado.

Os Países Baixos representam um importante hub de transporte e destacam-se pelo porto de Roterdão, o maior da Europa. “Constituem, desta forma, uma “placa giratória” do comércio europeu. Apenas entre janeiro e abril de 2024, as exportações portuguesas para este mercado representaram mais de 850 milhões de euros”, sublinha a Lusocargo.

Com a possibilidade de conexões diárias, tanto para Lisboa como do Porto, as importações e exportações que contarem com este serviço expresso de grupagem para transporte rodoviário de mercadorias “ficam disponíveis num portal de tracking, de acesso online e intuitivo”, informa, acrescentando que “a integração de tecnologias inovadoras vai permitir aumentar a eficiência operacional, reduzir os custos e melhorar a satisfação geral das empresas”.

“A expertise comprovada e recursos combinados reforçarão, sem dúvida, o relacionamento comercial contínuo e eficiente com os Países Baixos, um centro de distribuição de bens e capitais, especialmente da Ásia e EUA, que está no ‘top 10’ das exportações nacionais. Representa, dessa forma, um mercado essencial para todas as empresas que pretendem intensificar a sua internacionalização”, afirma João Silva, diretor geral da Lusocargo.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Nova loja Bricomarché em Estarreja

Este novo ponto de venda representa um investimento de 3 milhões de euros e resultará na criação de 25 novos postos de trabalho.

Hipersuper

O Bricomarché  acaba de abrir  uma nova loja em Estarreja. Este novo ponto de venda representa um investimento de 3 milhões de euros e resultará na criação de 25 novos postos de trabalho.

Alinhada com o compromisso do Grupo para com a sustentabilidade e responsabilidade ambiental, a nova loja Bricomarché estará equipada com painéis fotovoltaicos, promovendo o uso de energias renováveis e a redução da pegada ecológica.

“Com a abertura da nossa primeira loja Bricomarché em Estarreja, estamos comprometidos em oferecer produtos de qualidade e serviços especializados ao menor custo, defendendo o poder de compra dos portugueses. Acreditamos que a nossa presença contribuirá para a criação de empregos e para o fortalecimento do comércio local, proporcionando aos nossos clientes uma experiência de compra diferenciada e adaptada às suas necessidades. Estamos entusiasmados em fazer parte desta comunidade e em ajudar a promover um futuro mais sustentável e próspero para todos.”, afirma António e Ana Ferreira, proprietários da nova loja.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Manteigaria celebra 10 anos

Desde 2014, a marca abriu 10 lojas — oito em Lisboa e duas no Porto — e ainda foi além-fronteiras, tendo levado a tradição portuguesa até Paris, em agosto de 2023. Para este ano estão previstas novas aberturas.

Hipersuper
A Manteigaria abriu a sua primeira loja há 10 anos. Foi no início de julho de 2014, no número 2 da Rua do Loreto, em Lisboa, casa da antiga Manteigaria União, que a marca quis celebrar  aquele que é o mais típico e consensual doce português, o Pastel de Nata.
Desde 2014, a marca abriu 10 lojas — oito em Lisboa e duas no Porto — e ainda foi além-fronteiras, tendo levado a tradição portuguesa até Paris, em agosto de 2023. Para este ano estão previstas novas aberturas, avança em comunicado.
Para assinalar a sua primeira década, a Manteigaria desafiou a artista portuguesa Vanessa Teodoro, uma artista multidisciplinar com uma identidade visual muito forte, que brinca com contrastes de cores, ritmo e flow dos elementos gráficos para criar obras arrojadas e com propósito. Vanessa já expôs no Reino Unido, França ou China e, este mês, entra na história da Manteigaria, desenhando a nova imagem das embalagens comemorativas dos 10 anos, já disponíveis.
Durante o dia 8 de julho, decorreu uma ativação na Praça Luís de Camões, no Chiado – berço da marca – onde, além de uma instalação a celebrar os famosos pastéis, se realizaram algumas atividades para descobrir os verdadeiros conhecedores da Manteigaria.
Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Hipersuper. Todos os direitos reservados.