Distribuição Homepage Newsletter

Jerónimo Martins garante a origem da carne

Por a 18 de Fevereiro de 2013 as 9:00

A Jerónimo Martins garantiu, em resposta à agência Lusa, que os seus produtos apenas contêm as carnes declaradas na embalagem e que nenhum dos produtos das suas marcas próprias, comercializados em Portugal e na Polónia, contém carne de cavalo.

A empresa adianta que se tornou “medida cautelar” analisar todos os produtos de carne comercializados sob as marcas Pingo Doce, Recheio, Amanhecer, Gourmês, Masterchef e Biedronka, desde que foi detectada, em Inglaterra, a presença de carne de cavalo nos hamburgers das marcas Tesco e Burger King, em Janeiro.

Já este mês, foi encontrada, em vários países europeus, carne de cavalo em refeições preparadas que anunciavam conter carne de vaca, tendo sido detidas pela polícia britânica três pessoas por suspeita de fraude.

Em Portugal, ainda não foi detectada qualquer situação deste género, segundo o secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agro-alimentar.

A Jerónimo Martins sublinha, na sua resposta à agência Lusa, que os resultados das análises que decidiu efectuar, realizadas por laboratórios independentes, permitiram concluir que os seus produtos apenas contêm as espécies de carne declaradas nas respectivas embalagens.

O escândalo não está a afectar as vendas deste tipo de produtos: “não se observa um impacto negativo na performance de vendas dos produtos Pingo Doce elaborados com carne picada”, respondeu a Jerónimo Martins.

Hipersuper com Lusa

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *