Distribuição Homepage Newsletter

“Troca de carne de vaca por cavalo é apenas um problema económico”

Por a 14 de Fevereiro de 2013 as 12:56
carne embalada

A troca de carne de vaca por carne de cavalo em refeições pré-cozinhadas comercializadas “não constitui qualquer risco para a saúde pública”, tratando-se “apenas de um problema económico”, disse à Lusa um especialista em Saúde Pública.

 

“Desde há muitos anos que se come carne de cavalo, até havia talhos especializados em carne de cavalo, portanto não constitui qualquer risco para a saúde pública”, afirmou hoje Mário Durval, da Associação de Médicos de Saúde Pública.

Na semana passada foram descobertas, no Reino Unido, embalagens de lasanha da marca Findus que contêm carne de cavalo, mas que estão etiquetadas como sendo carne de vaca. Entretanto, esta situação já foi detectada noutros países da Europa e com outras marcas, como a Picard, que já foram retiradas do mercado.

Para o especialista, “isto é um problema só de crime económico, porque é uma aldrabice dizer que se está a vender uma coisa e vender-se outra”.

O Governo português anunciou na quarta-feira que “não foi detectada até ao momento, em Portugal, nenhuma situação” de consumo de carne de cavalo em vez de vaca.

Num comunicado, o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território sublinha tratar-se de “um crime de fraude económica, quer quanto à origem, quer quanto à composição do produto, bem como quanto à rotulagem”, sublinhando que “a carne de cavalo não representa nenhum perigo para a saúde pública”.

A tutela adiantou também que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) está a “acompanhar e monitorizar a situação” e garante que a secretaria de Estado da Alimentação e Investigação Alimentar “salvaguardará sempre a segurança alimentar e a defesa do consumidor em Portugal”.

Hipersuper com Lusa

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *