Bebidas

Super Bock lança app para iPhone

Por a 21 de Janeiro de 2011 as 10:04

A Super Bock lança, hoje (Sexta-feira), as primeiras aplicações para o iPhone, denominadas Appetite – Guia de Restaurantes e Drink Appeal – Guia da Noite, que permitem aceder a mais de 15 mil espaços em Portugal, disponibilizadas gratuitamente na iTunes Store.

Este lançamento surge como a grande aposta da Super Bock no universo das aplicações mobile, oferecendo o acesso a restaurantes e a bares existentes de Norte a Ssul do País, devidamente identificados como “a não perder”, e permitindo pesquisas segundo critérios como localização – por distrito e concelho –, tipo de cozinha e de espaço ou preço.

A companhia liderada por António Pires de Lima revela que na Appetite estarão disponíveis cerca de “12 mil restaurantes, categorizados em 56 tipos de cozinha”. Além disso, a Drink Appeal abrange cerca de 3 mil locais nocturnos, classificados em 12 tipos de bares.

Entre as funcionalidades das aplicações encontra-se um sistema de georeferenciação que permite calcular a rota e localizar os espaços mais próximos, assinalando directamente no mapa com sugestão de trajecto para aceder a pé, de carro ou de autocarro. É ainda possível identificar os locais favoritos e marcar outros, a visitar. Deixar comentários, votar nos preferidos ou ligar às redes sociais, nomeadamente ao Facebook, são outras das possibilidades oferecidas pela Super Bock para optimizar a utilização deste smartphone.

Este lançamento, em parceria com a empresa AppGeneration, reforça a aposta da marca Super Bock nas novas tecnologias, reflexo da sua forte presença na área digital.

3 comentários

  1. Filipe mendes

    14 de Agosto de 2011 at 9:53

    Mão direita copo cheio e penalty e penalty

  2. Filipe mendes

    14 de Agosto de 2011 at 9:53

    Mão direita copo cheio e penalty

  3. Carlos de Angola

    24 de Janeiro de 2011 at 10:08

    PENALTY e GOOOLO da SUPER BOCK..

    Parabéns pela nova liderança do Mercado, Excelente trabalho…profissional.

    Infelizmente, a Central C. continua a ser uma empresa nacionalizada…de ideias.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *