Distribuição

Operação chinesa da Starbucks deverá ultrapassar a japonesa

Por a 20 de Abril de 2010 as 12:32

Howard Schultz, CEO da Starbucks, revelou recentemente que a operação chinesa da companhia deverá ultrapassar o negócio no Japão e, assim, tornar-se na maior operação fora do território norte-americano, com a inauguração de mais 200 pontos de venda na China.

“A Ásia representa, claramente, a maior oportunidade de crescimento. A Índia e o Vietname são dois mercados que gostaríamos de explorar de alguma forma. Estamos ainda numa fase embrionária para perceber o que poderá representar a Ásia para a companhia”, disse Schultz. O responsável reconheceu, contudo, que se trata de um mercado “complicado que requer uma disciplina muito grande. Dada a crise existente na América do Norte, o foco e atenções centraram-se na transformação do negócio nos EUA”.

De referir que a Starbucks entrou na China em 1999, detendo já 376 pontos de venda, enquanto no Japão possui 878 lojas.

Um comentário

  1. João Guilherme

    21 de Abril de 2010 at 18:27

    O mundo está a mudar e parece que ninguém está atento. O continente asiático, desde a 2ª guerra mundial, está em constante evolução, mas a China, agora, está a liderar e com uma expansão económica nunca antes vista. É bom verificar que é o maior país do mundo (população) e, em termos económicos, as maiores empresas do mundo são controladas por chineses, que detêm capital (quota) que lhes confere poderes de decisão.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *