Veículos

Iveco aposta no eco

Por a 31 de Dezembro de 2009 as 5:58

iveco2.jpg

O construtor italiano Iveco revelou a sua mais recente aposta e estratégia com a apresentação da EcoDaily e Daily Electric. Nas palavras dos responsáveis da marca pertencente ao grupo Fiat “o ecológico é a resposta”.

Na mesma semana em que se discutia em Copenhaga, capital da Dinamarca, o ambiente, juntando à mesma mesa perto de 200 líderes mundiais e especialista em questões ambientais, a Iveco apresentou, em Portugal, as suas duas propostas ecológicas: EcoDaily e Daily Electric.

Versão eco
Movido pela tecnologia CNG (Compressed Natural Gas), ou seja, gás comprimido, o EcoDaily apresenta, segundo o construtor pertencente ao universo Fiat, a resposta ideal para quem quer baixo nível de ruído e consumo e reduzido desgaste do motor. Com homologação EEV (Enhanced Environmentally Friendly Vehicle), o EcoDaily apresenta-se como a melhor proposta face ao seu “concorrente” com motor diesel, salientando o construtor que este modelo tem um baixo nível de emissões CO2 e Nox, ficando bem abaixo dos motores com normas Euro III, IV, V e EEV.

Nuno Seabra, director comercial da Iveco, referiu na apresentação do novo modelo que “a malha urbana está a ficar estendida, o que leva a uma maior movimentação de veículos de fora para dentro das cidades e vice-versa”.

iveco3.jpg

Assim, o construtor italiano definiu a sua estratégia para uma política mais verde, admitindo Seabra que “o ecológico é a resposta”.

Com grande facilidade de carroçamento, em particular nos carroçamentos especiais, os depósitos de gás estão exclusivamente aplicados sob o chassis, traduzindo-se, assim, em baixos custos de carroçamento, garantia do espaço de carga e facilidade de adaptação da relação carga útil/autonomia.

Mas não foi somente no carroçamento que a Iveco mostra preocupações. Constituindo o bocal de enchimento uma das grandes preocupações dos utilizadores, a marca italiana desenvolveu um bocal de enchimento em posição igual à do veículo diesel, traduzindo-se numa localização familiar do bocal de enchimento, tornando o reabastecimento fácil, rápido e seguro.

Cumprindo já com os limites propostos pelo Euro VI, significando isto que está assegurado o acesso a áreas urbanas restritas, os responsáveis da Iveco referiram que a tecnologia utilizada no Daily CNG manter-se-á pela próxima década.

Com um depósito de 302 litros – a autonomia do novo EcoDaily está limitada a 500 km – o modelo da Iveco está disponível nas versões de chassis cabina, cabina dupla, furgão e chassis cowl, com pesos brutos que vão das 3,5 6,5 toneladas, com distância entre eixos entre 3.300 e 4.750 mm.

iveco1.jpg

Rui Alexandre, responsável pelo departamento de Marketing&Produto da Iveco Portugal, referiu na apresentação que a grande novidade passa pela “disponibilização da EcoDaily em venda directa, ou seja, a rede de concessionários passará a vender os modelos, em vez da venda directa que era feita até agora”.

Apesar de ser eco, o novo EcoDaily possui, contudo, um pequeno depósito de gasolina (15 litros), funcionando somente em casos de emergência e em modo automático, não sendo possível fazer o switch pessoalmente.

Revelando que a tecnologia CNG é trabalhada na Iveco vai para 15 anos, Rui Alexandre salientou que toda esta estratégia de “nada servirá se não existir uma rede de distribuição alargada e nacional”, referindo que, em Portugal, “existem cinco postos de abastecimento em todo o País, associados a empresas, o que dificulta a opção dos transportadores nacionais por esta tecnologia”.

Em contraponto, na vizinha Espanha, o responsável pelo Marketing&Produto da Iveco revelou que já existem retalhistas que “obrigam” os transportadores a optarem por veículos mais verdes, admitindo que a escolha tem recaído, na sua maioria, na tecnologia CNG.

Com mais de 10.500 veículos Iveco movidos a CNG a circular em toda a Europa, Rui Alexandre deu como exemplos países como a Alemanha, onde existem 774 postos de abastecimento, prevendo-se que até 2011 esse número aumente para 1.000. Também na Suíça e Áustria o número de postos de abastecimento tem vindo a aumentar, existindo no primeiro caso cerca de 100 e no segundo 110 com perspectivas destes aumentarem até 2011 para 140 e 200, respectivamente.

Mas não é só na Daily que a Iveco está a utilizar a tecnologia CNG. Também a gama média e pesada estão a ser alvo de uma aposta forte por parte do construtor italiano, sendo que no caso da Stralis CNG – de270 cv, com injecção multipunto e combustão estequiométrica, e com pesos entre 18 e 32 toneladas – com emissões contaminantes inferiores à futura norma Euro VI, o modelo foi desenvolvido para as aplicações mais duras, como RSU e para o transporte pesado em cidade.

Já na gama média, o EuroCargo, único veículo na Europa para distribuição urbana propulsionado por gás natural, os pesos do modelo proposto vão de 12 a 16 toneladas, contando com um motor de 200 cv. Disponível com caixas de velocidades automáticas e automatizadas, amplas possibilidades de distâncias entre eixos e tipos de suspensões, facilitando a aplicação de carroçarias, ambos os modelos têm uma autonomia de 500 km.

A “pilhas”
A segunda apresentação da Iveco – Daily Electric – trata-se a primeira solução ZEV (Zero Emission Vehicle) da Iveco, um veículo totalmente alimentado a baterias, que, segundo os responsáveis do construtor italiano se destina “ainda a um nicho de mercado”.

iveco02.jpg

Dedicado a clientes frota – para uma utilização urbana – a excelente imagem ambiental desta modelo já conquistou clientes como a Petit Forestier no Reino Unido, a FCC em Espanha, UPS e algumas empresas de Correios e Distribuição porta a porta e Serviços aeroportuários.

Com uma abrangência de pesos brutos que vai das 2,9 às 6,5 toneladas, a tecnologia da bateria Zebra funciona baseada em sal e níquel, sendo recarregável em 8 horas, possuindo uma vida útil de 1.000 ciclos.

Com uma autonomia que poderá ir até aos 130 km – dependendo do número de bateria – a velocidade máxima atingida pela Daily Electric é de 70 km/h, possuindo uma capacidade de arranque em declive de 18%. Com um preço que é três vezes superior a uma Daily normal, Rodrigo Delgado, gestor de produto da Iveco, admite que “não se trata de uma compra económica, constituindo uma realidade só para alguns. Este é um produto que funciona ainda mais como uma bandeira”.

Um comentário

  1. WLADIMIR KOHN

    4 de Maio de 2010 at 20:32

    Meu nome é Wladimir Silva Kohn sou brasileiro casado 50 anos. Residente em Vila Nova de Famalicão. Vou e trababalhar na area de transporte e escolhi uma Iveco Daily 35c18v, pois vamos percorrer toda Europa uma media de 20.000 km por mes. Foi depois de muitas pesquisa que resolvi adquirir este veiculo. Não sei se atraves desta pagina teria alguma informação sobre patrocinio atraves de publicidades no veiculo, pois ajudaria muito pois as despesas de viagem são pagas por mim e os valores pagos pela transportadora ficam bem apertados os ganhos liquido. Alem das despesas de viagem tambem tem a manutenção do veiculo que é paga por mim. Por isto estou a procura de um patrocinador, e creio que isto vai ser uma prova para a marca Iveco. Agradeço desde ja sua atenção.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *